quarta-feira, setembro 01, 2004

Sua hora vai chegar

Em O GLOBO de hoje

PF abre inquérito para apurar se Crivella cometeu crime eleitoral

Elenilce Bottari

O candidato do PL a prefeito, Marcelo Crivella, responderá a inquérito na Superintendência de Polícia Federal do Rio sobre suposto crime eleitoral. O inquérito foi aberto segunda-feira pela Delegacia de Defesa Institucional, com base no ofício 304/04 do juiz eleitoral Sérgio Ricardo de Arruda Fernandes, do Registro de Candidatura do Tribunal Regional Eleitoral do Rio, por solicitação da promotora eleitoral Izabela Figueira.

Segundo a denúncia, Crivella forneceu dados patrimoniais inexatos ao TRE e é acusado de crime eleitoral por infringir o artigo 350 da Lei 4.737/65, que institui o Código Eleitoral. O artigo prevê que é crime eleitoral "omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, para fins eleitorais".

O juiz Sérgio Ricardo anexou ao ofício dossiê do procurador da República do Distrito Federal, Luciano Sampaio Gomes Rolim, que informa que Crivella omitiu na declaração de bens à Justiça Eleitoral que continua sócio da TV Cabrália, da Bahia. Segundo o procurador, a participação de Crivella na sociedade fere o artigo 54 da Constituição, que determina que deputados e senadores não podem firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público. Também foi anexado ao inquérito ofício do Ministério das Comunicações que informa que Crivella continua sendo o maior cotista da TV Cabrália, com 46% das ações.

Em corpo-a-corpo no Largo do Machado, Crivella afirmou ontem que, se eleito, poderia encerrar sua carreira política na prefeitura:

— Temos que cumprir os quatro anos, fazer belos Jogos Pan-Americanos e consertar as comunidades carentes. A minha missão terá sido cumprida e, se Deus me der a alegria das alegrias, o prêmio dos prêmios, me manda de volta para a África.

Tristeza

E segundo o IBOPE 17% dos cariocas votam em Crivella...