sexta-feira, agosto 20, 2004

Trabalho só para a Universal

Leia a matéria abaixo e pense: se é assim na campanha pagando só cabo eleitoral da UIRD imagine assumindo como Prefeito.... vai ser triste, muito triste.

De O DIA de hoje

PL: cortes na campanha
Cabos eleitorais de Crivella são dispensados e falta de material preocupa candidatos a vereador
Cristiane Campos e Rodrigo Camarão

Cabos eleitorais do candidato Marcelo Crivella (PL) denunciam que foram demitidos após trabalhar duas semanas, embora tenham assinado contrato para prestar serviços por três meses. Alguns ex-funcionários, que somam mais de 20 pessoas, dizem que foram dispensados sob alegação de corte. Outros afirmam que a justificativa foi a preferência por integrantes da Igreja Universal. O contrato previa pagamento de R$ 260 por mês.

“Assinei folha que trabalharia até outubro. Disseram que o Crivella tinha mandado todos embora e que a prioridade era da Universal. Também não me deram o documento que mostra que assinei contrato de três meses”, afirmou Risoneide Vasconcelos Ferreira, 39 anos. Evangélica da Assembléia de Deus, ela trabalhou duas semanas como cabo eleitoral e recebeu R$ 165. Na sua equipe, que trabalhava em Costa Barros, outras seis pessoas foram dispensadas. “A Kombi que a gente usava foi para o pessoal de Coelho Neto, que é obreiro da Universal. Eles continuam trabalhando. Se eu fosse da Universal, não teria sido demitida”, acredita Risoneide. “Acho que ele não está podendo pagar os cabos eleitorais”, completou.

Outro grupo que atua nos bairros de Guadalupe, Pavuna, Anchieta, Barros Filhos, Honório Gurgel e Rocha Miranda também foi despedido. Dessa vez, foram 17 pessoas, sete delas por não pertencerem à Universal. A equipe assinou ontem o recibo de R$ 130 pela quinzena trabalhada, mas ninguém ficou com cópia do documento, recolhido por um obreiro da igreja de Costa Barros. Crivella disse, através de sua assessoria, desconhecer o caso.

A queixa não se limita a cabos eleitorais. Candidatos a vereador também têm reclamado de escassez e erros de material de campanha. “Recebi caixa de santinho com meu nome com o de outro candidato”, reclamou Dicró (PL). “Não há ajuda para os proporcionais. Existe reclamação de agenda, só uma caixa de material de campanha”, queixou-se outro candidato.

3 Comments:

Blogger Baruno said...

Pessoas da IURD, quando chegam ao governo, ou a algum posto alto, tendem a fazer isso. Vide Rosinha, que enquanto responsável pela área social do governo Garotinho, só distribuia cheque cidadão para os evangélicos.
Em relação a história da santa, acho que infelizmente, uma grande parte dos evangélicos acham que as outras religiões não são dignas de respeito. Já ouvi até alguns chamarem o Papa de "esse velho" e falarem que imagens são "macumbinhas".

21 de agosto de 2004 10:59  
Anonymous Anônimo said...

PELO MENOS O BP MARCELO CRIVELLA FAZ ALGUMA COISA PELAS PESSOAS NAO TEM CONDICOES NÃO SÃO QUE NEM VCS QUE NÃO TEM NDA PARA FAZER E FICAM CRIANDO BLOGES IDIOTAS FALANDO MAL DA VIDA ALHEIA E SE ELE VAI GANHAR OU NAO NAO É VC QUE DECIDE, E SE ELE ESTA ONDE ESTA É PORQUE MUITA GENTE GOSTA DELE!!!! ATÉ MAIS GENTE!!

23 de agosto de 2004 23:24  
Anonymous Anônimo said...

Eu tenho certeza que vcs devem comecar a cuidar da vida de vcs. Afinal Deus deu a vida para cada um cuidar da sua. Preocupen-se com o Cesar Maia, esses dias o seu assessor Adao, me procurou para fazer uma fraude eleitoral. Quem quiser conversar comigo sobre isso, estou no msn ricne1@msn.com Abracos pessoal, e pensem antes de falar.

9 de setembro de 2004 19:35  

Postar um comentário

<< Home