segunda-feira, agosto 02, 2004

Crivella é suspeito de crimes

Vale para que lembremos o que já foi dito pelo Bispo e como ele mente.

Esta matéria é do RJ Tv de 3 de Julho deste ano;

Crivella é suspeito de crimes

O senador e candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro pelo Partido Liberal (PL), Marcelo Crivella, vai ser ouvido pela Polícia Federal. O Ministério Público investiga se ele seria sócio de duas empresas em um paraíso fiscal, e se houve envio ilegal de dinheiro para o exterior e sonegação de impostos. O senador Crivella nega todas as acusações.

O inquérito da Polícia Federal que investiga a participação da Igreja Universal do Reino de Deus na compra da TV Record foi aberto no começo da década de 90.

Segundo as investigações, os compradores seriam de classe média baixa e teriam conseguido um empréstimo de US$ 20 milhões em duas empresas localizadas em paraísos fiscais: a Cableinvest, nas Ilhas Jersey, e a Investholding, nas ilhas Cayman.

A Polícia Federal apura se os responsáveis pelas empresas cometeram os crimes de evasão de divisas, manutenção de contas no exterior sem o conhecimento das autoridades e sonegação fiscal.

Segundo um parecer do Ministério Público Federal, o senador Marcelo Crivella, pastor da igreja, seria diretor de uma das empresas e dono da outra. Ele foi indiciado e o inquérito enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) quando Crivella foi eleito senador. Marcelo Crivella é o candidato do Partido Liberal (PL) à Prefeitura do Rio de Janeiro.

A Polícia Federal ainda não tem data marcada para o depoimento do senador Marcelo Crivella. A pedido do Ministério Público Federal, também devem ser ouvidas outras pessoas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus e que também estariam envolvidas na compra da emissora.

Neste sábado, o RJTV tentou falar com o senador Marcelo Crivella, mas a assessoria disse que ele não poderia dar entrevista porque tinha uma agenda de compromissos pessoais a cumprir.

Mas ao jornal "O Globo", em reportagem publicada neste sábado, Crivella disse que jamais teve contas no exterior a não ser a que pagava seu salário quando trabalhava para a Igreja Universal do Reino de Deus, na África, ao longo dos anos 90, em um banco chamado Nedbank, da Suazilândia.

O senador disse também que não tem sociedade em empresas do exterior ou no Brasil. Marcelo Crivella disse ainda que teme que o inquérito seja usado contra sua campanha e que foi envolvido nessa história sem saber por quê.

Segundo o senador, ele estava trabalhando na África quando tudo aconteceu, e agora tem medo que o povo inteiro pense que existe uma motivação política por trás disso.


4 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Realmente o Marcelo Crivella é o câncer de nossa sociedade. Ele e sua igreja envolvido em uma série de escândalos e mesmo assim a população prefere fechar os olhos e acreditar em um monte de mentiras. Também estou atacando esse bispo farsante no meu blog e fazendo a minha parte como cidadão. Um grande abraço e estarei sempre aqui visitando.
http://www.cariocalegal.blogger.com.br
Fábio

2 de agosto de 2004 12:47  
Anonymous Anônimo said...

________________________________________________________



http://falsospastores.vilabol.uol.com.br




________________________________________________________

26 de agosto de 2004 22:40  
Anonymous Anônimo said...

CONHECI O BISPO A ALGUNA ANOS OLHAR ELE E OLHAR PARA SINCERIDADE E HONESTIDADE. O ADMIRO COMO BISPO SENADOR PAI E ESPOSO. NAO ACREDITO EM ACUSAÇOES TAO BAIXA COMO ESSAS QUE SAO FEITAS A ELE. ESSA PALAVRA CRIMINOSO E MUITO FORTE AO UM HOMEN TAO SERIO COMO O BISPO MARCELO CRIVELLA.

27 de novembro de 2008 18:45  
Anonymous Anônimo said...

SOU MAURICELIA CRISTINA DO PIAUI ESTIVE EM BRASILIA ONDE EM SEU GABINETE ENCONTREI APOIO SO TENHO QUE AGRADECER TUDO O QUE O SENHOR FEZ POR MIM. ESSE E O MEU COMENTARIO. PORQUE E ESSE O COMENTARIO QUE DEVEMOS TER E OUVIR DA SUA PESSOA UM ABRAÇO E FIQUE COM DEUS.

27 de novembro de 2008 18:50  

Postar um comentário

<< Home