domingo, julho 18, 2004

Quem é mais cara de pau Maluf ou Crivella?

Ele é comediante, é isso... todos nós estamos em uma pegadinha do João Kleber... não pode ser sério... doei tudo? DOEI TUDO??? peraí.... explica isso direito...  ainda disse que doou o dinheiro que ganhou no Show do Milhão mas até o Maluf fez isso...
 
Isso me faz vir uma pergunta: Quem é mais cara de pau Maluf ou Crivella??? Um diz que a carta não é dele e o outro que é pobre, pobre de marré deci... Por favor me respondam com explicação... vou escolher as melhores e ir postando aqui... por que explicação há!!! MAIL-ME, um deles tem de vencer.
 
‘Ganhei milhões, mas doei tudo’, afirma Crivella

Elenilce Bottari e Paula Autran

O candidato do PL à prefeitura do Rio, Marcelo Crivella, afirmou ontem, durante corpo-a-corpo debaixo de chuva em Guadalupe, que ganhou milhões com a construção civil e com a música, mas doou tudo a obras sociais, sustentando que hoje tem apenas os R$ 21 mil que constam em sua declaração de bens apresentada ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

— Ganhei milhões com a construção civil, ganhei milhões como cantor, mas doei tudo. Doei casas para pobres, doei tudo para o Projeto Nordeste — disse Crivella.

O senador afirmou ainda que ganhou dinheiro até em programa de televisão:

— Ganhei R$ 300 mil no “Show do Milhão”, do Silvio Santos, e também doei. Eu tenho o direito de fazer o que bem entender com o meu dinheiro.

Crivella foi seguido por 200 pessoas em comunidade

Seguido por cerca de 200 pessoas entre fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus e simpatizantes, Crivella percorreu em passo acelerado e, às vezes até correndo, as vielas da comunidade de Palmeirinha. Bispo evangélico, Crivella entrou até mesmo em bares para falar com os freqüentadores.

Crivella tem até a próxima quinta-feira para apresentar defesa no processo que julgará o pedido de impugnação feito pelo Partido Humanista Social (PHS), por falsidade ideológica eleitoral. Apesar do candidato ter afirmado possuir apenas R$ 6 mil de cotas da empresa Fazenda Nova Canaã Produções Artísticas, o nome de Crivella ainda consta nos registros do Ministério das Comunicações e na Junta Comercial da Bahia como proprietário da TV Cabrália e da TV Record de Franca.

No Rio, o senador foi proprietário da TV Record Rio, cedendo suas cotas a R$ 1 para outro bispo da Universal do Reino de Deus. De acordo com os registros da Receita Federal, ele só foi excluído da emissora carioca em 25 de novembro de 2002, ou seja, depois de eleito senador. A declaração de bens apresentada ao TRE para aquela eleição, no entanto, não informava o patrimônio da emissora.