sábado, julho 31, 2004

ME ENGANA QUE EU GOSTO ! ! !

Recebi por email a seguinte mensagem, taí alguém que sabe o que diz:

SE O SENHOR CRIVELLA NÃO TEM COMPETÊNCIA PARA ADMINISTRAR SEU PATRIMÔNIO QUE ERA SUPERIOR A R$ 3 MILHÕES( só a TV RECORD tinha isso de capital), COMO VAMOS DEIXÁ-LO ADMINISTRAR NOSSA CIDADE ? ? ?

ME ENGANA QUE EU GOSTO ! ! !

FORA CRIVELLA ! ! ! VÁ FAZER LARANJADA ! ! !

sexta-feira, julho 30, 2004

Senado recebe ação contra Crivella

Que isso não termine em pizza de laranja...

Senado recebe ação contra Crivella

Gerson Camarotti

BRASÍLIA E RIO. O Ministério Público Federal enviou ontem ao corregedor do Senado, Romeu Tuma (PFL-SP), uma representação contra o senador Marcelo Crivella (PL-RJ), acusado de ser sócio e gerente de uma emissora de televisão, o que é proibido a parlamentares. O Ministério Público cita o artigo 54 da Constituição, que proíbe parlamentares de exercer cargo em empresa concessionária de serviço público, depois de diplomados, e determina a perda do mandato dos infratores. Tuma deve fazer relatório para o Conselho de Ética do Senado.

Com a representação, foi enviada a documentação em poder da Procuradoria da República no Distrito Federal que atesta que Crivella é sócio e gerente da TV Cabrália, afiliada da Rede Record no Sul da Bahia. Entre os documentos, está uma alteração contratual da TV Cabrália em que consta a assinatura de Crivella.

Segundo o Ministério das Comunicações, Crivella tem 46% das ações da TV Cabrália, e o deputado João Batista (PFL-SP), que terá seu caso analisado pelo corregedor da Câmara, Luiz Piauhylino (PTB-PE), 22%.

O MILAGRE DO CAIXA DA UNIVERSAL

E, na cor em homenagem ao Crivella, LARANJA, abaixo uma reportagem de 1999 da Revista Veja que denuncia a IURD e o Bispo Macedo, tio de Crivella.

O texto é longo, mas dá uma idéia de que só piorou em 5 anos...

E me pergunto, o que estes homens fazem soltos?


O MILAGRE DO CAIXA DA UNIVERSAL

(Artigo publicado na Revista Veja, nº 44 de 03/11/99)

Nos últimos vinte anos, o governo vem fazendo investidas pesadas para tentar esclarecer duas dúvidas sobre a Igreja Universal do Reino de Deus do bispo Edir Macedo: quanto dinheiro circula pelos seus templos e o que exata­mente é feito com ele. Nesse período, o bispo já se viu envolvido em todo tipo de escândalo, policial, fiscal e político. As acusações resvalam. mas nunca se consegue provar nada. Estão surgindo agora, pela primeira vez, documentos e relatos consistentes que podem ajudar pelo menos a decifrar um dos grandes mistérios que envolvem a Universal, a instituição religiosa que mais cresce no país: o tamanho do caixa da Igreja. As primeiras projeções, com base em livros contábeis mantidos por ex-pastores da Universal e de acordo com investigações recentes conduzidas pelo Ministério Público e pela Receita Federal, revelam que neste ano a arrecadação da organização de Edir Macedo poderá ultrapassar os 2 bilhões de reais. E uma ci­fra espantosa. Essa Igreja se trans­formou em um fenômeno econômico Só efeito de comparação. a arrecadação da Universal é grande o bastante para colocá-la na lista das 100 maiores empresas do país, à frente de grupos muito bem administrados e comercialmente agressivos como a Arisco e a TAM.

Até aqui, nada há de errado com a mega-igreja do bispo Edir Macedo. Todas as instituições religiosa arrecadam dinheiro dos fiéis para sobre viver. Mas é fato comprovado. até em pesquisas acadêmicas, que na hora de pedir o dízimo aos fiéis os pastores da Universal são vorazes como abelhas Diante de um pote de mel. É comum nos cultos da Igreja ouvir pastores convidando os fiéis a entregar até o dinheiro que guardam na poupança. Nada disso no entanto, é crime. Afinal, só enfia a mão no bolso e contribui com a Igreja quem assim o deseja. O problema começa depois da doação. Nos últimos anos, a Universal vem confessadamente usando esse dinheiro para alargar seu império com a compra de empresas nas mais variadas áreas de atuação. Como igreja, ela usufrui de isenção municipal, estadual e federal. Mas quando compra um negócio essa isenção não é estendida. Essas empresas precisam declarar seus rendimentos para o Fisco. É aí que a Igreja Universal do Reino de Deus vem cometendo irregularidades. A Receita Federal achou furos inaceitáveis na contabilidade das empresas ligadas à Igreja. 0
valor das autuações quase ultrapassa a cifra de 300 milhões de reais. São 156 milhões no nome da própria Universal e o restante no nome de alguns de seus mais importantes membros.

A Igreja reagiu com uma estratégia bem definida. Primeiro, pagou integralmente te as multas aplicadas ao bispo Edir Macedo. ao seu sobrinho Marcelo Crivella e a outros participantes do alto escalão da Universal. Foram 50 milhões para livrá-los da possibilidade de prisão. Depois, contestou as multas que estão no nome do grupo. Os processos estão no Conselho de Contribuintes, um órgão ligado ao Ministério da Fazenda, onde aguardam julgamento. Mas os problemas da Igreja do bispo Macedo não são apenas com a Receita. 0 Instituto Nacional de Seguro Social, INSS, também encontrou pilhas de problemas nas contas de empresas da Universal. Nos últimos dois anos, o órgão lavrou uma série de autuações. As dívidas não foram pagas e acabaram inscritas na dívida ativa da União, uma espécie de cadastro de devedores do governo federal. Mais uma vez, o valor em questão é muito alto: 22 milhões de reais. *'Nós compramos algumas empresas que não
descontavam o INSS dos seus funcionários. Ainda não conseguimos colocar as contas em dia", diz o deputado federal e bispo Carlos Rodrigues (PL-RJ),
coordenador político da Universal.

Essas falhas todas podem ser até fruto de erros banais na hora de preparar documentação ou quitar débitos. Existe até a possibilidade de a Receita ter errado. Porém, o que incomoda os técnicos do governo é que instituições como a Universal, mais do que qualquer outra, têm a obrigação de manter uma conduta fiscal transparente e exemplar. Só um livro-caixa impecável seria capaz de afastar da cabeça dos técnicos de Brasília as suspeitas que envolvem as operações da Universal. A principal delas é que a Igreja do bispo Macedo, gozando das regalias próprias de uma instituição religiosa, tornou-se um negócio de grande porte e os excedentes estariam sendo investidos em áreas distintas do serviço religioso. A Igreja de Edir Macedo funciona como se fosse uma grande caixa-preta. Vistas pelo lado de fora, as operações da Universal parecem que são feitas na medida para confundir exemplos: a Igreja foi dona de um banco que mudou de nome e razão social mais de dez vezes em pouco mais de dez anos. A última estranheza em relação ao banco foi sua transformação recente numa financeira. Esse é um fato sem precedentes no mercado bancário, em que a palavra de ordem para quem quer se estabelecer é manter a transparência e a organização. A empresa de engenharia formada pela Igreja para lhe prestar serviços também já teve o nome trocado duas vezes. E, por fim, a operação financeira que resultou na compra da TV Record jamais foi explicada e está sendo contestada pelo governo na Justiça até hoje.

Para entender o que realmente é a Universal, o governo precisa fazer malabarismos. Oficialmente, sabe-se do registro de apenas 1900 templos, que estão cadastrados no INSS sob identificações fiscais diferentes. Entretanto, imagina-se que a Igreja tenha mais de 10 000 templos espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Há meses o governo tenta encontrar uma solução jurídica adequada para fazer o cadastro da Igreja. Outra coisa que ninguém entende é como funciona (se é que funciona) a transferência de dinheiro da Igreja entre suas filiais no exterior. Remessa de dinheiro é um processo legal e muito comum quando há filiais fora do país. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, órgão ligado à Igreja Católica, por exemplo, enviou quase 300 0 reais ao exterior entre os anos de 1992 1997. A diferença é que fez o lançamento em seu nome para todo mundo ver. Esse tipo de divergência entre o que Universal diz e o que consegue demonstrar está levando a Previdência Social promover uma grande investigação nos templos da organização, 0 governo quer saber se a Universal está recolhendo contribuições sociais de seus empregados. Finalmente, se pelo lado de fora do parece confuso, sabe-se que internamente tudo é muito organizado e funciona nos moldes empresariais. A Universal tem aviões para carregar seus principais líderes, montou uma holding para controlar suas operações e conta com a supervisão direta do bispo, e todo santo dia ele acompanha o relatório indica a movimentação - de dinheiro e fiéis - de cada um dos templos. Geralmente. é esse o documento que seus auxiliares usam para ai promoções dentro à hierarquia.

Diante desses indícios Igreja se esteja desviando de sua missão principal, não é só o governo que resolveu examinar a Universal mais de perto. No último ano, uma leva de ex-amigos do bispo se voltou contra ele e pede na Justiça indenizações milionárias. Um grupo de pastores está tentando provar que a Universal é, mais do que Igreja, uma empresa dedicada à realização de lucros. Esses processos judiciais em andamento no Rio de Janeiro e em São Paulo trazem uma série de documentos reveladores sobre os métodos de atuação da Universal. 0 ex-pastor Hamilton Luciano de Almeida, por exemplo, entregou à Justiça o livro-caixa da filial localizada no bairro Cidade de Deus, no Rio, referente ao período entre março de 1994 e janeiro de 1995. 0 livro mostra que a arrecadação da Igreja nessa fase subiu de 15 000 para até 50 000 reais mensais. Segundo Almeida, "quem não consegue aumentar a arrecadação da igreja sob sua responsabilidade em pelo menos 25% por mês e mandado embora ou punido". Ele serviu mais de dez anos na Universal e afirma que acabou expulso por contestar as ordens da cúpula.

Outro documento interessante, revelado pelo ex-pastor Maviael José de Oliveira, mostra que chegou a existir a figura do pastor comissionado. O advogado José Carlos Esteves Guimarães. que o representa em um pedido de indenização contra o bispo, aberto na 9ª Vara Cível da cidade do Rio de Janeiro no ano passado, diz que os pastores recebiam comissões quando conseguiam elevar a arrecadação em dinheiro de um templo. Outro livro-caixa, apresentado pelo ex-pastor Aloísio de Carvalho, mostra a movimentação financeira da Universal na região Norte. onde ele liderou a expansão da Igreja no começo da década de 90. Revela que o dinheiro da manutenção dos templos, em alguns casos, consumia menos de 30% do que era arrecadado. "0 que sobrava a gente mandava para a matriz, em São Paulo", diz ele, que abandonou a Igreja há cinco anos. 0 ex-pastor Marcelo Gonzales é outro que está ajudando a esclarecer detalhes de contabilidade. Ele diz que comandava um pequeno templo na periferia de Brasilia que chegou a arrecadar 230 000 reais por mês em 1997. A ordem era arrecadar", disse ele. '*Qualquer pessoa que estudar as contas da Universal vai descobrir que ela não passa de uma empresa lucrativa. muito lucrativa^'. afirma Carvalho. No último ano, já se contam pelo menos vinte ações desse tipo na Justiça cobrando indenizações da Universal. Essas ações envolvem pedidos que. somados. atingem o valor de 50 milhões de reais. A lógica desses pedidos é que. se os pastores ajudaram a Igreja a lucrar, eles têm direito a uma parte dos ganhos.

Os bispos, pastores e obreiro, não têm carteira assinada porque a profissão de pastor não é regulamentada. Macedo, portanto, está desobrigado de recolher impostos e contribuições sobre sua folha de pagamento Isso explica o motivo de não caberem ações trabalhistas contra a Igreja, Sabe-se que um pastor da Universal pode receber até 6 000 reais. Se for realmente bom, ganha carro importado e casa para morar. Detalhe: nenhum bem fica em seu nome. 0 carro, a casa, tudo é da Igreja. Só em São Paulo a Universal já manteve uma frota de cerca de 300 veículos registrados em seu nome. segundo um levantamento no Detran. Caso o pastor decida abandonar a Universal, precisa abrir mão de tudo. Outra novidade ruim para o bispo Macedo é que cerca de 300 ex-pastores do Rio e de São Paulo que foram mandados embora estão se articulando para criar uma associação cuja finalidade é exigir indenizações do bispo, Ninguém mais agüenta viver na miséria enquanto a cúpula da Igreja fatura cada vez mais alto", diz o ex-pastor Hamilton Luciano de Almeida.

Curiosamente, toda essa movimentação por parte do governo e dos ex-pastores ocorre no momento de maior expansão da Universal em número de fiéis, em arrecadação, em construção de templos e importância política. Nos últimos anos, o bispo ordenou a abertura de novas sedes e maior oferta de cultos. Hoje, a Universal é capaz de lotar estádios até na África. A bancada de políticos cresceu e já sorna dezoito deputados federais. Alguns templos começaram a realizar até seis cultos por dia (normalmente são quatro), e as campanhas especiais foram multiplicadas. A campanha de Israel, por exemplo, era anual e hoje é feita até três vezes por ano. Nesse tipo de campanha, os fiéis são convidados a colocar a maior quantidade de dinheiro que puderem em um envelope junto a um pedido. Ao final da campanha, os bispos se comprometem a levar os pedidos para a terra prometida. A Igreja também está gastando na construção de templos novos, maiores e mais bem localizados. Macedo quer construir dezenas de templos com capacidade para mais de 5 000 pessoas nos próximos anos. 0 maior deles foi inaugurado há dois meses. É uma catedral com capacidade para 11000 pessoas, numa área de 54 000 metros quadrados, e estacionamento para 2 000 carros, no bairro de Del. Castilho, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Até agora o projeto já consumiu 32 milhões de reais. Dentro de um ano, ele pretende inaugurar outras cinco catedrais no país. ao custo de cerca de 200 milhões de reais.

Só para se ter uma breve idéia da evolução da Igreja Universal, há pouco mais de vinte anos, o bispo Edir Macedo pregava no coreto de uma praça no Rio porque não tinha dinheiro sequer para pagar o aluguel de uma garagem. Ele precisou de apenas três anos para abrir seus primeiros galpões e construir a primeira filial nos Estados Unidos. Hoje, está à frente de um império espalhado por todo o Brasil e em outros setenta países nos quatro cantos do mundo do, da Colômbia aos Estados Unidos, da África até a Rússia. A Igreja comanda uma vasta rede composta de vinte emissoras de TV e cinqüenta rádios, um jornal semanal com tiragem de 1,3 milhão de exemplares dedicado a espinafrar seu maior rival, a Igreja Católica, e pelo menos uma dezena de empresas que atuam em segmentos variados, no setor financeiro, de construção civil e ,gráfico. Em média. essa estrutura consegue inaugurar três templos a cada domingo. Juntos, os mais de 20 000 pastores. bispos e obreiros (espécie de soldados rasos que trabalham sem remuneração) a serviço da Universal oferecem por ano 30 milhões de cultos, quatro por dia, religiosamente todo santo dia em qualquer parte do planeta em que exista um templo da Universal. Estima-se que acorrem a essas cerimônias cerca de 10
milhões de pessoas à espera de bênçãos para todos os tipos de males. Prega a cartilha da Universal que o fiel de verdade é capaz de conseguir a cura para qualquer doença, inclusive câncer e Aids. Uma pesquisa conduzida pelo Instituto Superior de Estudos da Religião, Iser, em 1994, mostrou que 35% dos fiéis com renda de até dois salários mínimos entregam para a Igreja mais que 10% de seu rendimento. Do lado de lá do balcão, para muitos pastores o estímulo é mesmo o dinheiro. No passado, a Igreja chegou a pagar comissão para os pastores. Muitos receberam até carteirinhas. para identificação como pastores comissionados. Pedir, pedir e pedir é lei número 1 de Edir Macedo. Em alguns casos. o pastor da Universal não se constrange de pedir para que o fiel doe todo o dinheiro que tem guardado. Esse tipo de apelo foi comum na época em que a Universal precisava levantar dinheiro para comprar a TV Record. "A TV é parte fundamental do nosso projeto de batizar o maior número de fiéis possível. E está funcionando", diz o bispo Rodrigues.


quinta-feira, julho 29, 2004

Machismo

Se alguma mulher ainda pensava em votar no Bispo Crivella deveria desistir depois de ler esta nota que saiu no Gente Boa de hoje d´O Globo.


Pensamento vivo

“A mulher do homem de Deus não tem nenhuma autoridade na igreja. Ela não manda absolutamente nada na igreja. Somente é mulher de Deus se for submissa a seu marido.” A pérola faz parte do livro “501 mandamentos do bispo Macedo”, da editora Gráfica Universal, selecionados pelo senador Marcelo Crivella, candidato do PL à prefeitura do Rio e sobrinho do autor da frase. O livro saiu com 70 mil cópias em inglês na África do Sul e tiragem de 20 mil exemplares no Brasil.

quarta-feira, julho 28, 2004

Jogo de Cena

Eu tenho ótimos visitantes neste Blog!!! O Sergio me chamou a atenção para uma nota do O Dia de Ontem. E tenho de concordar com ele, o PL e a IURD só fazem jogo de cena... depois querem reclamar de perseguição

Ex-bispo prepara a volta
Deputado afastado pela Universal reassumirá comando do PL no Rio
Renata Giraldi

O Partido Liberal viverá uma reviravolta no Rio depois das eleições municipais de outubro. Passado o fervor do caso Waldomiro Diniz, a idéia é reconduzir o PL para as mãos do deputado federal ex-Bispo Rodrigues, ex-presidente, conforme um antigo acordo firmado entre as lideranças do partido. Atualmente o presidente é o bispo Léo Vivas. O DIA revelou a estreita ligação entre Rodrigues e Waldomiro e a forte influência do deputado sobre a Loterj nos governos de Anthony e Rosinha Garotinho (PMDB) – o que causou seu afastamento da Universal e a perda da liderança da bancada evangélica.

Para quem reclamar do caso Waldomiro, há um discurso pronto: argumentarão que ele só foi citado no processo e não há provas do seu envolvimento em irregularidades. “A Universal pode ter abandonado o bispo, mas nós não”, afirmou um cacique do PL. “Ele foi o sujeito que mais lutou pelo crescimento do partido no Rio e sabemos valorizar isso. Não há possibilidade de outro no comando”, disse um parlamentar da executiva.

Subiu no telhado

Esta notícia do Dia nos traz boas novas....

Pelo jeito ninguém acredita na honestidade do Bispo, nem a Cúpula da IURD, nem a do PL...



Caciques do PL avaliam candidatura de Crivella

Cúpula define se evangélico continua na disputa

O destino do candidato do PL à Prefeitura do Rio, Marcelo Crivella, começou a ser traçado ontem à noite. A cúpula do Partido Liberal se reuniu em Brasília, a pedido do presidente nacional da legenda, Valdemar Costa Neto (SP), para avaliar se ele deve ou não manter a candidatura à Prefeitura do Rio. Políticos temem que a figura pública de Crivel-la se desgaste mais ainda com a ameaça de ser julgado pelo Conselho de Ética do Senado que poderia, inclusive decidir pela cassação do mandato parlamentar.

Crivella foi denunciado por não declarar ser um dos donos da TV Record de Franca (SP) e de Cabrália (BA). Como parlamentar, segundo a Constituição, ele não poderia exercer cargo em empresas de concessão pública.

terça-feira, julho 27, 2004

Começa articulação para desistência de Crivella

Uma boa notícia:
Estão articulando para que Crivella desista da candidatura a Prefeito do Rio
 
Uma má notícia:
tal articulação tende a salvar a cabeça do Bispo lá no Senado, ou seja, periga em virar pizza de Laranja.
 
Começa articulação para desistência de Crivella

Lydia Medeiros

Está em gestação um acordo para criar condições à desistência do candidato do PL à prefeitura do Rio, senador Marcelo Crivella. A iniciativa parte do PTB, partido da coligação que apóia o candidato do PT, Jorge Bittar. O principal argumento para pressionar Crivella, segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto, é a ameaça de processo contra o senador no Conselho de Ética do Senado e a hipótese de perda do mandato.

— Entendo que devemos fazer uma costura para uma saída honrosa. O senador vive um momento de muita pressão e nessas horas o caminho é mergulhar e se proteger — propõe o presidente do PTB, deputado Roberto Jefferson.

A idéia do PTB é desde já costurar uma maioria em torno de Crivella para protegê-lo de um eventual processo no Senado. Juntos, PT e PTB somam 16 dos 81 votos na Casa. Jefferson deve encontrar-se hoje com o presidente do PL, deputado Valdemar Costa Neto (SP), para tratar da candidatura de Crivella.

— Não acredito que isto tenha partido do coração dele (Jefferson). Acho que alguém está sugerindo que ele fale estas coisas — reagiu Crivella.

A História da Igreja Universal do Reino de Deus

Vale a visita a este site para conhecer um pouco da história da IURD:
http://apoccalipseis.sites.uol.com.br/

segunda-feira, julho 26, 2004

Os escândalos da Universal

Relembrar é viver:



Os escândalos da Universal

O CHUTE NA SANTA: Num programa de TV em 12 de outubro de 1995, o bispo Sérgio Von Helde chutou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Acabou condenado a dois anos de prisão.

DESVIO DE DINHEIRO: A Receita Federal descobriu, em 1997, o desvio de dinheiro dos fiéis da igreja para o bolso de dirigentes da Universal e aplicou multa de R$ 98 milhões, em valores da época. Em 1999, a POLíCIA FEDERAL descobriu que a Universal teria recebido ilegalmente no Brasil US$ 18 milhões, entre 1992 e 1994, via Uruguai, onde os dólares eram trocados por moeda brasileira.




CADEIA: Em 1992, Edir Macedo, líder da Universal, ficou 15 dias preso por charlatanismo, estelionato e lesão à crendice popular.

ENRIQUECIMENTO: Em 1998, a Receita pediu a cassação da Rede Record, sob alegação de que a emissora foi comprada com dinheiro não tributado da Universal, e descobriu enriquecimento ilícito de dirigentes da igreja. O Bispo Rodrigues teria aumentado seu patrimônio em mais de 15.000%.


domingo, julho 25, 2004

Se alguém souber que segredo é...

Hoje saiu esta nota em O Dia, se alguém souber de que segredo é esse do Crivella, por favor, email-me: marjunior1976@yahoo.com.br, prometo manter o anonimato.


SEGREDO. Há uma ação contra o prefeitável do PL, Marcelo Crivella, correndo em segredo de Justiça no Supremo Tribunal. É coisa braba. Se as denúncias formuladas pelo Ministério Público Federal forem comprovadas, tanto a vida do bispo-senador quanto a de sua denominação evangélica ficarão chamuscadas.

Crivella está em liquidação.

Na melhor das hipóteses, para nós claro, o Crivella para até de vender CD... notinha do Ancelmo Goes hoje no O Globo:

R$ 9,99

Crivella está em liquidação.

Na filial das Lojas Americanas do Shopping Iguatemi, no Rio, o preço dos CDs do senador, que é cantor gospel, caiu para R$ 9,99.

sábado, julho 24, 2004

TRE flagra material de campanha na Catedral da Universal

Depois de tanta notícia em que demonstra quem é o Bispo Crivella, sinceramente, não posso crer que alguém que saiba disso e não seja da IURD ainda venha a votar no Bispo Crivella. Seria burrice demais...

TRE flagra material de campanha na Catedral da Universal
Fiscais do Tribunal Regional Eleitoral flagraram distribuição de material de campanha do candidato do PL à Prefeitura do Rio, Marcelo Crivella, no culto da manhã de domingo na catedral da Igreja Universal do Reino de Deus, em Del Castilho. Segundo o coordenador de fiscalização do TRE, juiz Luiz Márcio Alves Pereira, o caso está em análise pelo Ministério Público, é passível de multa de R$ 21 mil a R$ 53 mil e até de uma ação por abuso de poder econômico.

Depois de receber denúncias, os fiscais foram à paisana ao culto de domingo, onde encontraram, em cada assento da igreja, jornais, adesivos e santinhos da campanha de Crivella, inclusive com fotos do candidato. Eles tiraram fotografias e, ainda sem se identificar, recolheram parte do material ao fim do culto. As provas foram entregues à promotora Míriam Lathmaer, do Ministério Público, que tomará uma decisão na segunda-feira.


A assessoria de Crivella disse não ter sido notificada do problema pelo TRE e que não sabe de onde veio o material. A assessoria afirmou ainda que a distribuição não é feita nas igrejas, e que o material flagrado no culto de domingo seria fruto de uma atitude isolada de eleitores.


Todas as religiões podem sofrer ação de fiscais


Segundo a legislação eleitoral, é proibido fazer campanha eleitoral em locais fechados, mas de acesso livre ao público, como o comércio e as igrejas. O juiz Luiz Márcio Alves Pereira disse ainda que outras denominações evangélicas e templos de todas as religiões podem ser alvo do mesmo tipo de ação dos fiscais. Ele garantiu, no entanto, não ter recebido outras denúncias até o momento. “No caso da Universal, não era a primeira denúncia. Já havíamos feito avaliações preliminares”, afirmou.

sexta-feira, julho 23, 2004

Tem gente pulando do barco que vai afundando

Hoje saiu nos jornais O Dia e O Globo notas que podemos perceber que tanto o PL e a IURD já começam a abandonar o Bispo Crivella...
 
é isso aí, ninguém quer ter o nome ligado a ladrão...
 
as notícias abaixo são do Jornal O Dia de hoje.
 
José Alencar vai a evento em Minas, mas evita o Rio
O marqueteiro de Crivella, Jacques Galinkin, nega as acusações. Segundo ele, não há recomendação da Universal. Ele diz que não vincular o candidato à igreja é natural, porque “não se mistura política com religião”.
 
Integrantes do partido, no entanto, reconhecem que a candidatura no Rio enfrenta desgaste e desorganização. Segundo um parlamentar do PL ligado à Universal, a omissão da participação em TVs – de Franca (SP) e Itabuna (BA) – na declaração de bens repercutiu mal no partido.
 
Apesar da demonstração de afeto a Crivella, Alencar não agendou encontros no Rio. Em Minas, porém, ele discursou e conversou por mais de uma hora em reunião na sede do partido na qual estavam o candidato petista à Prefeitura de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, e outros candidatos
____________________
 
Igreja não aceita ter imagem abalada

A Igreja Universal é radical quando se trata de sua imagem pública. O poderoso grupo político-religioso que a comanda e detém o controle de empresas e veículos de comunicação confia tudo a seus líderes e pastores, mas não aceita ter sua imagem comprometida por escândalos envolvendo seus membros. O principal exemplo disso foi o afastamento, em fevereiro, do ex-todo-poderoso deputado Carlos Rodrigues (PL) pelo Conselho de Bispos da igreja, depois que o DIA revelou sua ligação com o ex-subchefe da Casa Civil Waldomiro Diniz.

Fundador da igreja, Rodrigues perdeu o título de bispo e suas atribuições políticas de líder da bancada evangélica. O Conselho de Bispos da Igreja, que se reuniu no fim de semana para discutir a campanha de Marcelo Crivella, é a esfera superior de poder na organização, responsável pelas decisões de afastamento de membros e pelas estratégias políticas da Universal.

quinta-feira, julho 22, 2004

Transparência

E no Ancelmo Gois de hoje:

Transparência

O Ministério das Comunicações pôs de novo no ar a lista dos donos das TVs.

Manteve o nome de Marcelo Crivella nas TVs Record e Cabrália. A lista saiu do ar após a confusão com o senador evangélico.

Pode dar em pizza de laranja

Pelo jeito, tem chance de dar em pizza de laranja o pedido de impugnação do Crivella...

mas cabe a nós, se não sair impugnação, fazer de tudo para que o Crivella fique em último lugar!!!

CRIVELLA NÃO!

Promotor quer investigação prévia de candidatos

A contestação do pedido de impugnação da candidatura de Crivella feito pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS) foi entregue ontem ao Tribunal. O processo foi encaminhado ao juiz eleitoral Sérgio Fernandes, que terá 10 dias para julgá-lo, caso não haja testemunhas. O senador não quis comentar. “O tribunal é que vai decidir”, disse o candidato evangélico.

Para o coordenador das promotorias eleitorais, Marcos Ramayana, a falta de regulamentação do princípio constitucional da moralidade favorece o senador. “Se a norma constitucional estivesse regulamentada, Crivella não poderia nem se candidatar. Todos os candidatos seriam obrigados a sofrer investigação prévia de sua vida pregressa”, afirmou. “Essas brechas permitem que o senador continue na disputa”, completou o promotor.

Um advogado controverso

Até o advogado do Crivella é enrolado... até com Waldomiro ele tem ligação...

Podiam aproveitar e prender o advogado e o cliente juntos...


Um advogado controverso

Advogado do candidato a prefeito Marcelo Crivella (PL), José Carlos Simonin – autor da defesa, apresentada ontem no Tribunal Regional Eleitoral contra o pedido de impugnação do senador, ao lado de Ailton Cardoso – pertence ao grupo político da Igreja Universal e já foi exonerado a pedido da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) após ser investigado por improbidade administrativa.

Ex-presidente da Cehab (Companhia Estadual de Habitação), indicado pelo deputado federal Bispo Rodrigues (PL), Simonin manteve seis pessoas – entre eles a cunhada – como suas assessoras na SPU, com direito a senha para informações confidenciais, embora não tivessem cargos nem salários oficialmente. O grupo ocupava salas, usava equipamentos, participava de reuniões e dispunha até de senhas para acessar informações de circulação restrita a funcionários no sistema informatizado do órgão.

Antes, Simonin já havia sido diretor da Loterj, na gestão de Waldomiro Diniz, na cota política do Bispo Rodrigues, para quem também advoga atualmente. Simonin hoje ocupa a presidência do PRT, partido-satélite do PL, criado para dar legenda de vereador a Eraldo Macedo, irmão do patriarca da Universal, Edir Macedo. A mulher de Simonin, Mônica Cavalcante, vai concorrer pelo PL a uma vaga de vereador em Queimados.

Agora tá pagando mico

Em homenagem ao Crivellaranja meus comentários serão nestas cores.

Esta notícia é do O Dia de hoje e fala do MICO que Crivellhaco pagou ao ir em uma reunião da ADHONEP (Associação dos Homens de Negócio do Evangelho Pleno) em que ele foi ao evento sem ter sido chamado, pelo menos por alguém do grupo...



Assessores do Bispo da Igreja Universal acreditam que o convite foi feito a ele para que a Adhonep passe uma imagem de que é ecumênica. O pastor Manoel Ferreira afirma que o convite foi feito por ele ser senador. “Eles convidam todos os evangélicos expressivos”, disse o pastor. Mas para associados da Adhonep, foi uma surpresa. “Normalmente, só vem o candidato do governo. Foi constrangedor quando a gente viu o Crivella aqui também”, revelou um membro.

quarta-feira, julho 21, 2004

Queremos Justiça

Se a lei vier a ser respeitada em nosso país o Bispo Crivella terá sua candidatura impugnada e perderá sua cardeira no Senado.

Na matéria de O Globo de hoje podemos ler que Crivella, mesmo dizendo que a Tv Cabrália não pertencia mais a ele, continuava assinando como Sócio-gerente.

Isso não pode virar uma pizza de laranja!

E essa resposta dele é risível:
"— Isso é uma chatice! Toda hora vem um chato pedindo para eu assinar. Sendo um homem muito honesto, sou obrigado a continuar assinando até o ministério concluir o processo, porque recebi o dinheiro deles e passei para o meu Imposto de Renda. Se fosse desonesto, pegaria a TV Cabrália de volta. "

Crivella assinou pela TV Cabrália em maio
Gerson Camarotti

BRASÍLIA. Documentos analisados ontem pela Procuradoria da República no Distrito Federal mostram que o senador Marcelo Crivella (PL) não só ainda é sócio da TV Cabrália como continua ativo na condição de gerente da emissora, afiliada da Rede Record no Sul da Bahia. Na 21 alteração do contrato social da TV Cabrália, datada de 13 de novembro de 2003 e registrada na Junta Comercial da Bahia apenas em 10 de maio deste ano, aparece a assinatura do senador, candidato a prefeito do Rio. O contrato tem como objetivo extinguir a filial da TV Cabrália localizada na cidade de Eunápolis, na Bahia.

A Constituição proíbe que parlamentares diplomados exerçam cargo em empresa concessionária de serviço público e determina a perda do mandato de quem infringir a lei. Os documentos contrariam a versão de Crivella de que já não exercia função na TV. Crivella deve ser acusado pelo Ministério Público de falsidade ideológica por ter omitido das declarações de bens encaminhadas ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio, em 2002 e neste ano, a participação acionária de 46% na TV Cabrália. As cotas ainda em poder de Crivella somam R$ 267.422.

“O senador deveria ter se desvinculado”, diz Peres

O Senado deve pedir a cassação do mandato de Crivella com base na informação publicada ontem pelo GLOBO de que ele continua como sócio-gerente da TV Cabrália. O senador Jefferson Peres (PDT-AM), membro do Conselho de Ética do Senado, disse que o caso é muito grave e passível de cassação do mandato. Segundo ele, a Corregedoria do Senado deve averiguar os fatos e enviar o pedido de cassação ao Conselho de Ética. Só depois é aberto o processo de cassação.

— O senador deveria ter se desvinculado de fato e de direito da TV Cabrália. Isso é muito grave, passível de cassação do mandato. É a Constituição que determina. Espero que ele não tenha cometido este erro — afirmou Peres.

Na volta do recesso, a situação do senador do PL deve ser examinada pelo corregedor da Casa, senador Romeu Tuma (PFL-SP). Crivella ainda corre o risco de ter a sua candidatura a prefeito do Rio impugnada. O pedido de impugnação já foi enviado ao procurador regional eleitoral no Rio, Antônio Carlos Simões Martins Soares, pelo procurador da República no Distrito Federal Luciano Sampaio Gomes Rolim.

A documentação atestando a participação do senador na sociedade da TV foi enviada ao procurador-geral da República, Cláudio Fonteles, que está de recesso e deve examinar o caso quando voltar. Ele tem o poder de encaminhar ao Supremo Tribunal Federal proposta de abertura de processo contra os parlamentares.

E ele continua mentindo e mentindo.... e mentindo...

Candidato volta a culpar burocracia do ministério


BRASÍLIA E RIO. O senador Marcelo Crivella apresentou ontem nova versão para o fato de continuar como sócio-gerente da TV Cabrália e culpou a burocracia do Ministério das Comunicações, que não teria completado o processo de cessão de suas cotas para Osvaldo Roberto Ceola e José Célio Lopes, também ligados à Igreja Universal. O senador disse que Ceola, um dos novos sócios para quem pretendia passar as suas cotas, teve o nome vetado pelo ministério porque ultrapassava o limite legal fixado para estações concessionárias em seu poder. O Ministério das Comunicações detectou essa impossibilidade, mas a desistência da troca societária foi solicitada pela TV Cabrália, como mostra ofício da Delegacia Regional do Ministério das Comunicações.

— A culpa é da burocracia. É preciso fazer uma auditoria no Ministério das Comunicações — disse Crivella.

Crivella admitiu que continua assinando documentos da TV Cabrália porque o ministério ainda não homologou a troca societária.

— Isso é uma chatice! Toda hora vem um chato pedindo para eu assinar. Sendo um homem muito honesto, sou obrigado a continuar assinando até o ministério concluir o processo, porque recebi o dinheiro deles e passei para o meu Imposto de Renda. Se fosse desonesto, pegaria a TV Cabrália de volta.

Segundo um parlamentar com bom trânsito junto aos líderes políticos da Igreja Universal, o bispo Edir Macedo usa poucos pastores e bispos de confiança para colocar as TVs em seus nomes. Por isso alguns integrantes da Universal acabam acumulando sociedade em várias emissoras em poder da Igreja, como é o caso de Ceola.

Também ontem, em corpo-a-corpo na Central do Brasil, no Rio, Crivella disse que vendeu a participação na TV Cabrália em 1999. Antes, dissera que tinha vendido há dez anos. Para ele, o procurador da República Luciano Sampaio Gomes Rolim, que pediu a impugnação de sua candidatura, está mal informado.

As versões de Crivella sobre o caso vêm mudando. No último dia 9, ele alegou ter vendido as cotas há mais de dez anos e disse nem mesmo se lembrar do nome dos compradores.

Durante o corpo-a-corpo, o grito de guerra dos correligionários de Crivella era “A voz do povo é a voz de Deus. A Globo é Cesar, mas o povo é Crivella”. O candidato do PL esteve na Bolsa de Gêneros Alimentícios do Rio (BGARJ). Segundo o presidente da bosa, José de Sousa e Silva, o candidato do PL disse estar sendo perseguido pelo GLOBO.

— Ele disse estar sofrendo uma perseguição do jornal — contou Silva.


terça-feira, julho 20, 2004

A Hora Dele Está Chegando

O Bispo Crivella a cada dia se enrola mais... acho que ele está tão acostumado a mentir nos templos da IURD que passou a achar que todos cairiam no papo mole dele... não vão nada Bispo...

Esta matéria do O Globo de hoje demonstra bem isso...

Beleza foi a resposta dele, dá pra ver que ele começou a se enrolar...

Senador diz que saiu de empresa


O senador Marcelo Crivella reiterou ontem que, desde 18 de maio de 2000, transferiu as suas cotas na TV Cabrália para Oswaldo Roberto Ceola e José Célio Lopes. Disse que, desde aquela época, não constam de sua declaração de Imposto de Renda as cotas da emissora baiana.

O senador disse que não saber que a TV Cabrália pedira a desistência da transferência das cotas para os novos sócios:

— Eu não tinha conhecimento. Foi assinado pelo bispo João Batista. Eu não sabia. Nesse turbilhão de coisas, certamente me apresentaram uma série de justificativas. Você me dá um tempo para consultar meu advogado e a gente fala amanhã (hoje).

Ele disse que, em sua cabeça, já não era mais acionista da TV. Não soube explicar como sua assinatura aparece no novo pedido de alteração contratual da sociedade, registrado na Junta Comercial da Bahia em maio de 2004 e enviado ao Ministério das Comunicações em junho. Sobre o pedido de impugnação de sua candidatura a prefeito do Rio apresentado pelo Ministério Público, foi taxativo:

— Tenho que me defender.

Bispo, contra factos não dá para lutar. RENUNCIE AO SENADO E A SUA CANDIDATURA JÁ:




Crivella não deixou de ser sócio da TV Cabrália

Gerson Camarotti

BRASÍLIA. O Ministério Público Federal pediu a impugnação da candidatura do senador Marcelo Crivella (PL) a prefeito do Rio. Em ofício ao procurador regional eleitoral no Rio, Antonio Carlos Simões Martins Soares, o procurador da República no Distrito Federal Luciano Sampaio Gomes Rolim justifica a representação informando que Crivella omitiu na declaração de bens à Justiça Eleitoral que continua sócio-gerente da TV Cabrália Ltda.

A participação de Crivella na sociedade fere o artigo 54 da Constituição, que determina que, depois de diplomados, deputados e senadores não podem firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público. O senador do PL também está infringindo o artigo 38 da Lei 4.117/92, que proíbe os parlamentares de exercer a função de diretor ou gerente de concessões, permissões ou autorizações para explorar serviços de radiodifusão.

Documentos obtidos pelo GLOBO desmontam a versão de Crivella de que deixou a composição societária da emissora há anos. Documentação enviada no último dia 16 de julho pelo Ministério das Comunicações ao procurador Luciano Rolim informa que Crivella permanece como sócio-gerente da TV Cabrália Ltda e que o processo de transferência das cotas do senador para outras duas pessoas está arquivado por desistência da empresa. A decisão da TV de desistir da redistribuição societária é de novembro de 2002, logo depois de Crivella ter sido eleito senador pelo Rio de Janeiro.

No ofício encaminhado ao Ministério Público, o secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Elifas Chaves Gurgel do Amaral, informa que Crivella continua sendo o maior cotista da TV Cabrália, com 46% das ações. Ao todo, o senador tem cotas que valem R$ 267.422.

Essas informações foram omitidas das declarações de bens entregues ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio em 2002 e também este ano. Crivella pode ser acusado de falsidade ideológica eleitoral e, com isso, corre o risco de ter impugnada a candidatura a prefeito e também de perder o mandato de senador.

Exclusão do nome do senador só foi registrada este ano

Procurada pelo GLOBO, a assessoria de imprensa do senador apresentou um pedido de cessão e transferência de cotas feita pela TV Cabrália em 18 de maio de 2000. Com esse documento, Crivella repassaria suas cotas a dois outros sócios.

Mas no ofício número 1.057, enviado pela Delegacia Regional do Ministério das Comunicações na Bahia à TV Cabrália, em 18 de novembro de 2002, consta que o processo foi arquivado em “virtude da expressa desistência do prosseguimento do feito”.

A Secretaria de Serviços de Radiodifusão encaminhou ao Ministério Público Federal três ofícios datados de 13, 14 e 16 de julho deste ano, mostrando que só no último dia 22 de junho a TV Cabrália apresentou ao Ministério das Comunicações nova alteração contratual para atualização cadastral sem a participação de Crivella na empresa.

Curiosamente, apesar de o contrato social com a exclusão do nome do senador ser de 13 de novembro de 2003, só foi registrado na Junta Comercial da Bahia seis meses depois, em 10 de maio de 2004.

A documentação do Ministério das Comunicações está sendo enviada ao procurador-geral da República, Cláudio Fonteles.

segunda-feira, julho 19, 2004

Crivella Acusa Água de Ser Molhada

Do mesmo tema abaixo, retirado de um dos melhores blogs brasileiros: "Liberal Libertário Libertino", de Alexandre Cruz Almeida.


Crivella Acusa Água de Ser Molhada


Não foi isso, mas foi quase. Notinha do Globo On-Line:

Crivella diz ser vítima de campanha

No fim do debate, Marcelo Crivella acusou O GLOBO de promover uma "campanha insidiosa" contra a sua candidatura, "deturpando declarações" e escolhendo fotografias "sempre com o objetivo de denegrir" sua imagem. Segundo ele, o jornal publica "fatos irrelevantes" com destaque e "levanta calúnias" com o propósito de prejudicá-lo. Para Crivella, "certos setores da imprensa" escolhem antecipadamente quem deve vencer uma eleição."

Ué, não entendi. Precisa "acusar"? Daqui o Crivella vai acusar a água de ser molhada e o céu, de ser azul.

Desde que passei a ler mais jornais, no começo desse ano, concluí que O Globo superou a Folha no posto de melhor jornal do Brasil. Fico cada vez mais convencido disso. Poderia ser eu ditando a política editorial do Globo em relação às eleições municipais.

Apesar de não estar apoiando ninguém diretamente, o jornal claramente embarcou na campanha "Crivella, não!" e está usando todo o seu poder de fogo para derrubar o Bispo. Amém.

Dá vontade de fazer mais uma assinatura só em agradecimento ao serviço que estão prestando à cidade do Rio de Janeiro.

Crivella diz ser vítima de campanha

Esta nota é do O Globo de hoje, por isso digo:
Senador Crivellaranja, vítimas seremos nós se você ganhar!!! Já basta termos um Senador que representa apenas os interesses de seu grupo religioso. Se o Bispo considera que é fato irrelevante ser laranja de tantas empresas, não sei o que é relevante. O que seria Senador, o pepino que o Bispo segurava ontem???


Crivella diz ser vítima de campanha


No fim do debate, Marcelo Crivella acusou O GLOBO de promover uma ”campanha insidiosa” contra a sua candidatura, “deturpando declarações” e escolhendo fotografias “sempre com o objetivo de denegrir” sua imagem. Segundo ele, o jornal publica “fatos irrelevantes” com destaque e “levanta calúnias” com o propósito de prejudicá-lo. Para Crivella, “certos setores da imprensa” escolhem antecipadamente quem deve vencer uma eleição.

domingo, julho 18, 2004

Idéias para um adesivo

Algumas idéias para um adesivo se vocês quiserem fazer...

Clique Aqui

Até semana que vem: Idéias para uma camiseta...

Quem é mais cara de pau Maluf ou Crivella?

Ele é comediante, é isso... todos nós estamos em uma pegadinha do João Kleber... não pode ser sério... doei tudo? DOEI TUDO??? peraí.... explica isso direito...  ainda disse que doou o dinheiro que ganhou no Show do Milhão mas até o Maluf fez isso...
 
Isso me faz vir uma pergunta: Quem é mais cara de pau Maluf ou Crivella??? Um diz que a carta não é dele e o outro que é pobre, pobre de marré deci... Por favor me respondam com explicação... vou escolher as melhores e ir postando aqui... por que explicação há!!! MAIL-ME, um deles tem de vencer.
 
‘Ganhei milhões, mas doei tudo’, afirma Crivella

Elenilce Bottari e Paula Autran

O candidato do PL à prefeitura do Rio, Marcelo Crivella, afirmou ontem, durante corpo-a-corpo debaixo de chuva em Guadalupe, que ganhou milhões com a construção civil e com a música, mas doou tudo a obras sociais, sustentando que hoje tem apenas os R$ 21 mil que constam em sua declaração de bens apresentada ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

— Ganhei milhões com a construção civil, ganhei milhões como cantor, mas doei tudo. Doei casas para pobres, doei tudo para o Projeto Nordeste — disse Crivella.

O senador afirmou ainda que ganhou dinheiro até em programa de televisão:

— Ganhei R$ 300 mil no “Show do Milhão”, do Silvio Santos, e também doei. Eu tenho o direito de fazer o que bem entender com o meu dinheiro.

Crivella foi seguido por 200 pessoas em comunidade

Seguido por cerca de 200 pessoas entre fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus e simpatizantes, Crivella percorreu em passo acelerado e, às vezes até correndo, as vielas da comunidade de Palmeirinha. Bispo evangélico, Crivella entrou até mesmo em bares para falar com os freqüentadores.

Crivella tem até a próxima quinta-feira para apresentar defesa no processo que julgará o pedido de impugnação feito pelo Partido Humanista Social (PHS), por falsidade ideológica eleitoral. Apesar do candidato ter afirmado possuir apenas R$ 6 mil de cotas da empresa Fazenda Nova Canaã Produções Artísticas, o nome de Crivella ainda consta nos registros do Ministério das Comunicações e na Junta Comercial da Bahia como proprietário da TV Cabrália e da TV Record de Franca.

No Rio, o senador foi proprietário da TV Record Rio, cedendo suas cotas a R$ 1 para outro bispo da Universal do Reino de Deus. De acordo com os registros da Receita Federal, ele só foi excluído da emissora carioca em 25 de novembro de 2002, ou seja, depois de eleito senador. A declaração de bens apresentada ao TRE para aquela eleição, no entanto, não informava o patrimônio da emissora.

sábado, julho 17, 2004

IURD admite que Crivella é laranja

E a Folha de São Paulo de hoje vem com mais uma denúncia gravíssima contra o Bispo Crivellhaco, digo, Crivella. Segundo a FSP um dos bispos da IURD assumiu ontem que Crivella era laranja da Igreja, sim...

Pelo jeito o Crivellhaco, digo, Crivella quer muito ser prefeito da cidade e já está usando a cor laranja da Prefeitura...

P.S: Valeu pelo trocadilho Enore



Igreja admite que Crivella é laranja

PLÍNIO FRAGA
DA SUCURSAL DO RIO


Um dos líderes da Igreja Universal do Reino de Deus assumiu publicamente que a igreja utiliza laranjas como titulares dos bens que a instituição possui.




O bispo Clodomir Santos, ex-vice-presidente da Record e apresentador de programas evangélicos na TV, afirmou, em culto no Rio, na manhã do último domingo, que a Igreja Universal colocou bens em nome do senador Marcelo Crivella, candidato do PL à prefeitura da capital fluminense.


"É porque não temos gente de confiança para colocar. Tem que colocar no nome de alguém. Então colocamos no nome do bispo Crivella. Colocamos no nome de quem tem
condição financeira, por causa dos discos que grava, dos livros que escreve e que naturalmente recebe direito autoral. Então tem condição para isso. Então a coisa é colocada no nome dele", afirmou Santos.Crivella -cantor com mais de 4 milhões de discos vendidos e apresentador de programa religioso- declarou em seu imposto de renda de 2003, entregue ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral), que tem patrimônio de R$ 21.846,28. Ele afirma não ter mais bens da Universal em seu nome.


Os bens declarados de Crivella são depósitos em contas bancárias, títulos de capitalização e participação na empresa Nova Canaã Produções Artísticas Ltda.. Ele está sendo questionado pelo fato de seu nome constar da lista de acionistas de emissoras de rádio e TV que estava até anteontem no site do Ministério das Comunicações. A lista foi retirada do site. Em seu lugar, aparece um aviso de "manutenção".



Crivella afirma que vendeu "há anos" as participações nas TVs Cabrália (BA) e Record de Franca (SP). Ele e vários integrantes da Universal são investigados pelo Ministério Público e pela Polícia Federal em processo que apura o uso de "laranjas" na compra de empresas de radiodifusão pela igreja nos últimos anos.


O culto em que o bispo Clodomir Santos admite a utilização de laranjas foi celebrado na Catedral Mundial da Fé, em Del Castilho, zona norte, primeiro templo da
Universal no país, fundada em 1977 pelo bispo Edir Macedo. O templo fica na avenida batizada com o nome de d. Hélder Câmara (1909-1999), expoente da chamada Igreja Católica progressista.


A Folha obteve uma fita com a gravação da pregação de Santos, feita por um dos presentes ao culto. Na sua fala, o bispo da Universal sugere que espiões da campanha do prefeito Cesar Maia (PFL) estavam ouvindo-o no templo: "Vocês do Cesar Maia que vieram aqui hoje, podem gravar aí", diz, durante sua celebração.Crivella é hoje o adversário mais próximo de Maia em intenções de voto. Segundo pesquisa Vox Populi, paga pela Rede Bandeirantes e feita nos últimos dias 7 e 8 de julho, Maia atinge 44%, contra 17% do senador do PL.

Outro lado
A Folha tentou ouvir o bispo Clodomir Santos sobre suas declarações no culto de domingo. Na Catedral Mundial da Fé, sua secretária informou que ele estava em viagem ao exterior e que não poderia ser localizado.



O senador Marcelo Crivella, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que não tem mais bens da Igreja Universal em seu nome. Em relação ao caso das duas emissoras de TV de que seria sócio -Record, em Franca (SP), e Cabrália, em Itabuna (BA)-, Crivella afirmou ontem que já disse "tudo o que tinha a dizer sobre esse assunto". Ele não respondeu quando questionadosobre a data em que teria se desligado da Record e da Cabrália.

Parece piada, mas não é....

Hoje O Globo está com mais uma denúncia sobre os bens de Crivella que tem o incrível poder de fazer
desaparecer milhões. Leia o que disse a assessoria dele:

A assessoria do candidato afirmou que Crivella é um missionário que não se preocupa em amealhar bens materiais e, por isto, apesar de tantos empreendimentos, nada tem hoje em seu nome.

A assessoria já encomendou seu nariz de palhaço, acredita que as
piadas que contam para a imprensa serão melhor interpretadas desta
forma..

Em nome de laranjas
 
Elenilce Bottari

Até ingressar na vida pública em 2002, quando elegeu-se senador pelo Rio de Janeiro, o candidato à prefeitura do Rio pelo PL, Marcelo Crivella —  que este ano declarou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ter patrimônio de apenas R$ 21.846 — foi um dos grandes empresários da Igreja Universal do Reino de Deus. Só no Rio, ele foi um dos donos da Televisão Record Rio de Janeiro e da Universal Temple (antiga Universal Empreendimentos e Engenharia), esta última com capital superior a R$ 3 milhões.

De acordo com documentos da Junta Comercial do Rio, Crivella deixou a Universal Temple em agosto de 2000 e a TV Record Rio em junho de 2001. Para os arquivos da Secretaria da Receita Federal, porém, seu nome só foi excluído da emissora em 25 de novembro de 2002, quando já estava eleito senador pelo PL. No documento entregue ao TRE no início daquele mesmo ano, assinado pelo candidato, consta apenas a empresa Fazenda Nova Canaã Produções Artísticas, da qual Crivella afirmava ter cotas de R$ 6 mil.

Segundo documentos da Junta Comercial da Bahia — encaminhados ontem ao Ministério Público do Rio — pelo menos até o fim do ano passado Crivella também assinava como sócio da TV Cabrália, mais uma das emissoras ligadas à Universal do Reino de Deus.

A assessoria do candidato confirmou que ele de fato foi um dos proprietários da TV Record do Rio, mas que vendeu suas cotas há alguns anos. Segundo a assessoria, o fato de o nome do senador ainda constar até o fim de 2002 dos arquivos da Receita Federal deve-se à lentidão dos processos públicos de concessões de radiodifusão no Ministério das Comunicações.

TRE dá prazo para Crivella se defender

O TRE do Rio notificou Crivella para que apresente, num prazo de sete dias a contar de anteontem, defesa para o processo que julgará o pedido de impugnação de sua candidatura, impetrado pelo Partido Humanista Social (PHS). O pedido foi feito depois da divulgação de que Crivella é sócio das emissoras TV Cabrália, da Bahia, e Record de Franca. Se o candidato não conseguir provar que deixou de ser dono das empresas e que não omitiu patrimônio ao TRE, ele poderá ter sua candidatura impugnada pelo tribunal. O Ministério Público está solicitando à Superintendência de Polícia Federal levantamento sobre as emissoras.

De acordo com certidões expedidas pela Junta Comercial do Rio (Jucerja), Crivella comprou a TV Record Rio em 3 de outubro de 1997, juntamente com os bispos Honorilton Gonçalves da Costa, Paulo Roberto Gomes da Conceição e Carlos Alberto Rodrigues Pinto, o bispo Rodrigues. Eles compraram a emissora de Alba Maria da Silva Costa, João Monteiro de Castro dos Santos (vereador assassinado no Rio no início do mês) e Márcio de Lima Araújo, que seriam laranjas. Estes últimos tinham comprado a emissora do pastor Nilson Fanini e do empresário Múcio Athayde em 1994, através de um empréstimo conseguido junto às empresas Investholding Ltd. e Cableinvest Ltd., situadas em paraísos fiscais. Investigações da Polícia Federal e do Ministério Público descobriram que eles foram usados pela Universal como laranjas, uma vez que não tinham recursos para comprar uma emissora e sequer para conseguir financiamento.

Crivella, por sua vez, também é apontado como diretor da Investholding e dono da Cableinvest. Ele foi indiciado em inquérito da Polícia Federal que apura a prática dos crimes de evasão de divisas, manutenção de contas no exterior sem o conhecimento das autoridades e sonegação fiscal. O Ministério Público Federal investiga a operação de compra da emissora carioca e a participação da Igreja Universal do Reino de Deus, da qual Crivella, sobrinho do fundador da seita, Edir Macedo, é bispo.

Ainda de acordo com a Junta Comercial do Rio, Crivella cedeu suas 200 cotas da TV Record Rio, no valor de R$ 1 cada, para o bispo Honorilton.

Os registros da Junta Comercial também mostram como Crivella negociou a Universal Temple (antiga Universal Empreendimentos e Engenharia). Ele ingressou na sociedade em 9 de abril de 1997, juntamente com sua mulher, Sylvia Jane Hodge Crivella. A empresa era responsável pela construção de templos da seita. Crivella e a mulher deixaram a empresa em 22 de agosto de 2000, passando suas cotas para outro casal: José Sinforiano Soares Rocha e Márcia Aparecida Antônia Rocha, fiéis da seita e com poucos recursos financeiros.

Assessoria: senador não liga para bens

A assessoria do candidato afirmou que Crivella é um missionário que não se preocupa em amealhar bens materiais e, por isto, apesar de tantos empreendimentos, nada tem hoje em seu nome. A assessoria informou inclusive que o candidato utilizou recursos da venda de seis milhões de discos para manter seus projetos sociais.

Na última semana, a Coordenação Eleitoral do Ministério Público do Rio decidiu requisitar à Polícia Federal a abertura de nova investigação sobre o candidato. Desta vez para apurar falsidade ideológica eleitoral.

sexta-feira, julho 16, 2004

Papéis citam Crivella como sócio de TV

O Bispo Crivella e seu grupo estão tentando preparar a pizza mas a gente aqui vai aumentar o fogo pra ver se ela queima e comece a feder. Afinal, o lugar do Bispo Crivella é o mesmo em que ficou seu tio Bispo Edir Macedo:




Papéis citam Crivella como sócio de TV
Crivella reafirmou que não é mais sócio da emissora
Fonte: Folha de São Paulo


Documentos da Junta Comercial da Bahia recebidos pelo Ministério Público Eleitoral do Estado do Rio registram que, em novembro de 2003, o senador Marcelo Crivella (PL), candidato a prefeito do Rio, era sócio majoritário da TV Cabrália, em Itabuna (429 km ao sul de Salvador). A participação não consta da declaração de bens entregue ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral).
Crivella reafirmou que não é mais sócio da emissora.

O promotor Marcos Ramayana disse que, se Crivella não provar que já não era sócio da emissora no ano passado, o caso será investigado pela Polícia Federal. Ele seria acusado de falsidade ideológica eleitoral. No site do Ministério das Comunicações, o senador também aparece como sócio da TV Record em Franca (SP).

Segundo um dos ofícios da junta, que traz a assinatura do senador, ele possuía, em 13 de novembro do ano passado, 267.422 cotas da TV Cabrália, avaliadas em R$ 267.422 --valor superior aos R$ 21.846,28 declarados pelo político, que é bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, ao TRE.

Crivella voltou a dizer ontem que "há muitos anos" deixou a composição societária das emissoras. "Eu não tenho, há muitos anos, nenhuma sociedade em empresas de comunicação."

Símbolo

Amigos para pôr na HP de vocês:




Vamos propagandear o movimento, depois do comentário que vi abaixo acho que é extremamente necessário. Vamos lembrar que o Bispo ainda está em 2o lugar nas pesquisas.

O código é o seguinte mas tem que trocar o ( por <>

(a href="http://crivellanao.blogspot.com")(img src="http://www.fotosupload.blogger.com.br/crivella3.jpg" /)(/a)


Comentários

Este blog recebeu o seguinte comentário:
Melhor nas mãos de homens de Deus do que em mãos ímpias!

FELIZ A NAÇÃO CUJO DEUS É O SENHOR!

Desta forma fica dificil a conscientização, este blog o que mais tem são informações de vários orgãos da imprensa e vídeos que mais de demonstram o mau-caratismo de Bispo Crivella e seu tio. O que estas pessoas precisam para enxergar a verdade???

Eu disse que tão preparando a marmelada

Não é só marmelada é pizza também. Leiam a nota que saiu no Ancelmo Goes de hoje.
 
 TV CrivellaNada ilegal. Mas é estranho. Depois da confusão envolvendo Marcelo Crivella, candidato a prefeito do Rio, que omitiu do TRE que é dono de duas emissoras, o Ministério das Comunicações tirou do ar o site com os nomes dos acionistas de TVs e rádios. Quem tornou pública esta lista foi o ex-ministro Miro Teixeira.

Legislando em Causa Própria

E cada dia que passa é mais que provado que o Bispo Crivella quer ser Prefeito apenas para os seus...

Como diz o título do Blog: NINGUÉM MERECE

O senador Marcelo Crivella, por sua vez, é membro da Igreja Universal do Reino de Deus e protestava contra uma anunciada ajuda do BNDES à pré-falimentar TV Globo. Foi acusado de legislar em causa própria, isto é, da igreja que é dona da Rede Record de TV e quer ver sua principal concorrente falindo mesmo.

quinta-feira, julho 15, 2004

PF vai investigar bens de Crivella

Apesar da notícia do O Dia e da marmelada sendo pronta, segundo esta notícia de O GLOBO parace que o MP vai azedar o doce do Bispo Crivella... se tudo der certo o Bispo pode ir parar na cadeia...

PF vai investigar bens de Crivella

Elenilce Bottari

O Ministério Público do Rio decidiu solicitar à Polícia Federal que investigue a suspeita de falsidade ideológica eleitoral na declaração de bens do candidato do PL a prefeito do Rio, Marcelo Crivella. A decisão de investigar o candidato surgiu depois que o Ministério das Comunicações informou que Crivella tem cotas das emissoras TV Cabrália, na Bahia, e TV Record em Franca (SP) mas não as declarou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O candidato disse ter patrimônio de apenas R$ 21.846, de poupanças e participação na Fazenda Nova Canaã Produções Artísticas Ltda.

Pena por falsidade ideológica é de 5 anos

O coordenador eleitoral do Ministério Público, promotor Marcos Ramayana, explicou que serão mandadas peças do processo de registro do candidato à Polícia Federal. Ao receber o pedido do Ministério Público, a PF tem de abrir investigação.

Em Brasília, o Ministério Público Federal também requisitou ao Ministério das Comunicações informações sobre todas as empresas de Radiodifusão que pertencem ou pertenceram ao candidato Marcelo Crivella. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa daquela pasta. Por determinação do ministro Eunício Oliveira, a página para consulta pública na internet sobre emissoras de rádio foi retirada do ar.

— Se confirmada a hipótese de que o candidato omitiu informações sobre seu patrimônio ao TRE, ele responderá por crime previsto no artigo 350 do Código Eleitoral — explicou Marcos Ramayana.

Segundo o promotor, o artigo prevê que é crime "omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, para fins eleitorais":

— A pena prevista é de reclusão até cinco anos e pagamento de cinco a 15 dias-multa, no caso de documento público. Se o documento é particular, a pena é de reclusão até três anos e pagamento de três a dez dias-multa.

Ramayana explicou ainda que, se o agente da falsidade documental é funcionário público e comete o crime prevalecendo-se do cargo ou se a falsificação ou alteração é de assentamentos de registro civil, a pena é agravada.

Em sua defesa, Crivella já havia afirmado que as emissoras foram repassadas há anos e que o fato de seu nome ainda constar do cadastro de Radiodifusão do Ministério das Comunicações se deve à morosidade daquele serviço. Marcelo Crivella também é acusado de manter em seu nome contas no exterior. Ele foi indiciado no inquérito 1.903-8, aberto em São Paulo e enviado para a Polícia Federal do Rio no dia 3 de junho passado.

Cheirando a Marmelada

Essa notícia do O Dia de hoje está cheirando ou não a marmelada sendo pronta???
Temos de lembrar que Crivella é do PL, partido do vice-presidente e a IURD tem uma bancada no Congresso de respeito e que o Lula não pode dispensar... ou seja:
Hoje tem Marmelada?
TEM SIM SENHOR!

Os documentos da salvação

Crivella diz que ministro das Comunicações prometeu liberar papéis que provam venda de participações em dois canais TV


Em meio às acusações de que possui participações em duas emissoras de televisão ligadas à Rede Record não-declaradas ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o candidato do PL à Prefeitura do Rio, Marcelo Crivella, garantiu ter conversado terça-feira com o ministro das Comunicações, Eunício Oliveira (PMDB). Crivella diz ter vendido as ações em 1992, e na ligação Eunício teria garantido que apressaria a análise dos processos, enviando os documentos ao Ministério Público Eleitoral. Na delcaração entregue ao TRE, Crivella tem patrimônio de apenas R$ 21 mil.

No site do Ministério das Comunicações, Crivella aparece como sócio de TVs em Itabuna (BA) e Franca (SP). O candidato atribui o fato à lentidão da burocracia. O ministério não se pronuncia oficialmente sobre o assunto, mas interlocutores confirmam a conversa de Eunício com Crivella.

P.S.: Ainda assim, BISPO CRIVELLA, COMO VOCÊ TEM A CARA DE PAU EM INSISTIR NESTE PATRIMÔNIO RIDÍCULO?

quarta-feira, julho 14, 2004

Boa Notícia

E pela pesquisa que saiu hoje nos jornais, uma boa notícia, pelo jeito o Bispo Crivella começou a cair. Na pesquisa passada ele teve 20% e nessa agora 17%...

Oremos por uma queda a zero e que o Lenine (candidato do Prona) tenha mais votos que ele, e que os do PSTU, PCO também tenham...

Lei do Silêncio

Pergunta de um leitor deste site:

Será que a lei do silêncio será revogada na nossa cidade caso o Crivella (bate na madeira três vezes) ganhasse as eleições???

Todo mundo aqui sabe, como eu que vivi, que a maioria dos templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) não tem o mínimo respeito aos vizinhos de seus templos...

terça-feira, julho 13, 2004

Partido pede impugnação de Crivella

Saiu no O Globo de hoje, vamos orar para que Deus ilumine os procuradores e juízes e faça um bem ao Rio e ao Brasil e impugne a candidatura deste homem

Partido pede impugnação de Crivella


O Tribunal Regional Eleitoral do Rio recebeu ontem pedido de impugnação da candidatura do senador Marcelo Crivella, do PL. Quem deu entrada no pedido foi Clemente Campos, presidente municipal do Partido Humanista da Solidariedade (PHS), sob o protocolo de número 25.789.

O pedido tomou por base reportagem do GLOBO de sábado passado sobre a sociedade que Crivella, segundo o Ministério das Comunicações, tem nas emissoras TV Cabrália, na Bahia, e TV Record em Franca, em São Paulo.

— Queremos a impugnação da candidatura por causa da omissão de dados na declaração de renda do candidato Crivella — disse Campos, cujo partido compõe a Frente Popular, da candidatura de Luiz Paulo Conde.

A procuradoria da Justiça Eleitoral deverá se manifestar sobre o pedido apenas na semana que vem.

Olha a Laranja!!!

O Bispo Crivella poderia passar a fazer campanha dizendo que ninguém mais teria problema com gripe já que ele e seus comparsas são uma fonte interminável de Vitamina C, haja laranja...

Denúncia da Tribuna de Imprensa em 28 de Abril.


Laranja I
O senador Marcelo Crivella (PL-RJ) enviou correspondência à revista "Carta
Capital", negando ser proprietário da TV Cabrália e da TV Record de Franca.
Para comprovar, anexou cópia da declaração do Imposto de Renda. As emissoras
estão mesmo no nome dele, mas na verdade pertencem ao bispo Edir Macedo,
que possui um documento de transferência de propriedade, assinado por Crivella,
com a data em branco. A mulher de Crivella também aparece como dona de uma
TV da Rede Record. O casal, aliás, é laranja também de várias emissoras
de rádio.

Laranja II
Como tantos outros da Igreja Universal, o deputado ex-Bispo Rodrigues (PL-RJ)
também era laranja/dono de emissoras de rádio e televisão, entre as quais
a valorizadíssima TV Record do Rio de Janeiro. Ao ser rebaixado pelo bispo
Macedo, Rodrigues de uma hora para outra perdeu a concessão.

Laranja III
Na verdade, a Rede Record é um tremendo laranjal, segundo declaração de
um de seus diretores, Dermeval Gonçalves, que em entrevista gravada à Folha,
há alguns anos, admitiu a existência dos contratos com data em branco.

segunda-feira, julho 12, 2004

Mais um Vídeo do Tio do Bispo Crivella

Este vídeo é mais forte que o primeiro que mostramos aqui. Neste, uma reportagem antiga da Globo, podemos ver a divisão do dinheiro em um templo da IURD em Nova York, festinha em um hotel em Jerusálem com um pastor ameaçando tirar a roupa, uma reunião da IURD em um Hotel 5 Estrelas em Angra dos Reis (se não me engano no Club Med)... uma vigília com o Bispo Macedo dançando forró... só vendo para crer.

http://marjunior1976.vila.bol.com.br/Tio_do_Crivella.wmv


Se você não conseguir fazer o download é só clicar com o botão direito e ir em Salvar destino como...

Acentos

A partir de agora vou evitar, ao maximo, de utilizar os acentos. Visitei na casa de um amigo e os caracteres estavam todos confusos.

Se alguem souber como resolver isso, mail-me.

domingo, julho 11, 2004

Símbolo

Hoje o Bruno do www.baruno.blogger.com.br perguntou se o Crivella Não (Ninguém Merece o Bispo) não tinha nenhum símbolo.

Bem, Bruno, estamos criando um mas este seu interlocutor não saca nada de programas gráficos ou de desenho e está espérando que o Cohen faça tudo... ele prometeu que antes de quarta já tinha algo feito e aí a gente põe aqui para download.

Pecados trabalhistas na fazenda do pastor

Quando comecei este blog não acreditava que o Bispo Crivella fosse tão baixo, pensei que era um homem que não prestava, sim, que misturaria política com religião, ok... mas a cada dia que passa se vê que este homem deveria estar atrás das grades!

CHEGA!

Esta matéria abaixo é do O Globo de hoje.


Pecados trabalhistas na fazenda do pastor

Gerson Camarotti
Enviado especial

IRECÊ (BA). Quem atravessa os 468 quilômetros entre Salvador e o Sertão baiano surpreende-se, pouco antes de chegar à cidade de Irecê, com uma placa na beira da pista. Nela a prefeitura local presta uma homenagem ao senador, bispo da Igreja Universal e candidato a prefeito do Rio de Janeiro pelo PL — “Marcelo Crivella: Que Deus te abençoe e te guarde e que faça resplandecer a sua luz sobre a fé”. Ao fundo da placa, uma vila com casas, templo, escola e alojamentos, denominada Fazenda Nova Canaã, que integra o projeto Nordeste, principal vitrine da obra religiosa e política de Crivella, mas também alvo de denúncias de infrações trabalhistas e de descuido sanitário.

A Fazenda Nova Canaã foi criada para ser uma experiência de sucesso semelhante aos kibutzes israelenses, espécie de estabelecimentos coletivos auto-sustentáveis. Mas por trás das cercas e da vigilância rigorosa que cercam o local, verifica-se que ainda falta muito para o projeto atingir esse objetivo. Só 20% do que é consumido na Nova Canaã são produzidos no local. O trabalho social passou a ser o carro-chefe da fazenda. Atende 520 crianças de 3 a 8 anos que passam o dia numa escola construída na fazenda.

Em maio de 2003, os fiscais da Subdelegacia Regional do Trabalho de Feira de Santana, Antonio Carlos Ferreira Teles e Gerson Gonzales Araújo, encontraram diversas irregularidades trabalhistas no lugar. Lavraram três autos de infração, que somaram muitas de cerca de R$ 15 mil. Os fiscais flagraram dez trabalhadores rurais sem carteira assinada, falta de higiene, falta de água potável, inexistência de mesas e cadeiras no refeitório e falta de exame médico ocupacional dos trabalhadores.

— Os trabalhadores improvisavam fogão e comiam no chão — conta o fiscal da DRT Antônio Carlos Ferreira Teles.

Inspetores sanitários acharam irregularidades

Em seguida, a Fazenda Nova Canaã recebeu duas visitas dos inspetores sanitários Cybele Sodré Araújo e Carlos Roberto Dourado, da Secretaria municipal de Saúde. Na notificação feita pelos inspetores, eles determinam uma série de providências como aquisição de uniformes completos para todos os funcionários, dedetização da padaria, da lanchonete e do restaurante, respeito aos prazos de validade, armazenamento de alimentos separados de produtos de limpeza, orientação de funcionários na limpeza pessoal e tratamento da água da piscina.

Das 32 casas previstas, só dez estão prontas. Os alojamentos estão na mesma situação. A administração da fazenda diz que já sanou todas as irregularidades. Na cidade de Irecê, os comerciantes não escondem o desconforto com a propaganda negativa que, segundo eles, a Universal faz da região. Eles alegam que a manipulação de imagens mostrando a miséria da cidade acabou assustando fornecedores e atacadistas, que passaram a restringir o crédito a empresários, comerciantes e agricultores da região. Os fornecedores teriam dificultado a vida de comerciantes de Irecê por temer o calote.

— Chegamos a pedir uma retratação. O bispo Crivella quer superfaturar a miséria da região para faturar eleitoralmente e conseguir mais doações para os seus projetos — diz Francisco Borges Neto, vice-presidente da Federação das Associações Comerciais da Bahia e presidente da Associação Comercial de Irecê.

Ex-empregados têm fita com imagens degradantes

No último Dias das Mães, em 9 de maio, Crivella estava visitando a Fazenda Nova Canaã quando foi surpreendido por dois ex-funcionários que invadiram o lugar. O encarregado de obras Antônio Cláudio Farias Pereira, de 32 anos, e o eletricista Moacir Dourado Bastos, de 31, trabalharam por quase três anos no Projeto Nordeste. Eles entregaram ao bispo uma fita de vídeo com 70 minutos de imagens degradantes da Nova Canaã. Segundo o relato dos dois ex-funcionários, Crivella teria tentado um acordo, oferecendo compensações ou mesmo uma viagem.

A fita mostra cenas do alojamentos dos trabalhadores rurais com fezes pelo chão, camas improvisadas sobre placas de madeira, moscas em cima das comidas, comidas doadas armazenadas ao lado de fezes e sanitários com larvas vivas. Existe ainda cena de abate clandestino de boi.

— No início acreditávamos que o bispo Crivella desconhecia os fatos. Por isso, fizemos a fita. Mas depois percebemos que o pastor Manoel agia com plenos poderes. Ele chegava a chamar os trabalhadores da fazenda de miseráveis e baianos burros — disse Antônio Cláudio Farias Pereira.

sábado, julho 10, 2004

Bispo Sonegador

Essa é do O Globo de hoje que desmascara, mais uma vez, o Bispo Crivella. Segundo a reportagem Bispo Crivella é cotista de duas empresas de Televisão, mas o mesmo disse anteriormente que ele tinha desfeito de suas ações dez anos atrás e tinha esquecido para quem
(oras, ele deve mexer com grana preta sempre, para esquecer altos volumes). Ou seja, ele é sonegador dos brabos...

E no fim podemos ver que ele mora em um apartamento de mais de um milhão de Reais... e o patrimônio é de R$ 21.000,00... não sei com o que ele anda gastando, mas como não é com moradia e lazeres mudanos, como que com 18 meses de salário no Senado não conseguiu nem subir um pouco de renda??? R$ 21.000,00 deve ser menos que o salário de 3 meses deles...



Crivella se esquece de duas TVs

Cesar Tartaglia e Elenilce Bottari

O senador Marcelo Crivella, candidato a prefeito pelo PL, deixou de declarar ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a propriedade de duas emissoras de TV, em São Paulo e na Bahia. O Ministério das Comunicações confirmou ontem que o candidato é cotista das duas empresas. No site do órgão, atualizado em janeiro deste ano, Crivella aparece como diretor da TV Cabrália, em Itabuna (BA), e sócio da TV Record de Franca (SP), ambas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus, da qual o senador — sobrinho de Edir Macedo, fundador da seita — é pastor. O candidato, que declarou patrimônio de R$ 21.846 ao TRE, disse ontem que se desfez das ações há mais de dez anos, mas que não se lembra para quem passou as cotas.

De acordo com a lei, Crivella fica sujeito a ter negado o registro de sua candidatura. Sem citar nomes, o presidente do TRE, desembargador Marcus Faver, disse que o candidato que tiver omitido informações sobre o patrimônio pode ser impugnado por outro concorrente, por um partido político ou pelo Ministério Público. O indeferimento da candidatura é a primeira das sanções cabíveis. No caso de o candidato se eleger antes de ser impugnado, ele fica sujeito à cassação do mandato.

— A impugnação deve ser feita junto ao juiz eleitoral. Ao TRE cabe dar curso ao processo, caso seja deferido pelo juiz, e receber o recurso do candidato impugnado — explicou.

Candidato não se lembra para quem vendeu TVs

O senador Crivella afirmou ontem que não tem mais participação nas emissoras. Ele atribuiu à morosidade do Ministério das Comunicações o fato de seu nome ainda constar no órgão como sócio das TVs.

— Não sou sócio delas. Há muitos anos essas ações já foram passadas para outras pessoas. Mas os processos do Ministério das Comunicações demoram dez anos para passar. Portanto, quero reafirmar que não sou sócio de nenhuma empresa de comunicações. Já faz tantos anos que nem me lembro, mas não foi ninguém da Igreja Universal — afirmou.

Segundo técnicos da Receita Federal, quem omite sua participação societária em emissoras de televisão ou rádio na declaração de bens do Imposto de Renda comete crime de sonegação fiscal. O dono tem que declarar à Receita tanto o capital do patrimônio quanto a remuneração que recebe dele. O sócio, de acordo com os técnicos, só fica desobrigado de prestar contas ao Fisco se a concessão estiver inativa — o que não é o caso. A TV Cabrália, no Sul da Bahia, é repetidora da Rede Mulher, e a Record está no ar há mais de 20 anos.

No documento que apresentou ao TRE, Crivella também não declarou o apartamento em que mora, na Barra da Tijuca. Segundo o senador, o imóvel é alugado e o aluguel é pago pela Igreja Universal. Na Avenida Afonso de Taynay, quase esquina com a Praia da Barra, o apartamento tem quatro suítes e 300 metros quadrados. Um apartamento ao lado do do senador está à venda por R$ 1,6 milhão.
COLABOROU Flávia Barbosa

Teatros do Rio Virarão Templos da Universal

A notícia abaixo saiu no Segundo Caderno do O Globo de ontem (valeu Chaves por ter mandado, eu não leio nunca esta parte do jornal).

Mas o caso é grave mesmo, como eles tem uma grande demanda por espaços, os teatros da prefeitura podem virar templos da Universal, principalmente aqueles que são alugados pela prefeitura. É só a prefeitura não pagar mais o aluguel e em seguida a Universal fazer uma proposta ao dono do Teatro.

Iria ser muito triste... especialmente agora que tem tido tanta peça boa... Se me permitem, aconselho a todos a assistir a Ópera do Malandro... excelente!



Teatro Tereza Rachel pode ser vendido para Igreja Universal

Roberta Oliveira

O Teatro Tereza Rachel pode se tornar, definitivamente, templo da Igreja Universal do Reino de Deus. Depois de receber uma proposta de Miguel Falabella, gestor da Rede Municipal de Teatros, para alugar o seu espaço por R$ 35 mil mensais para a prefeitura, a atriz está inclinada a aceitar a oferta da Igreja Universal para comprar o Tereza Rachel.

— Se ela resolver vender, será uma notícia triste, porque briguei muito para que a gente pudesse alugar aquele teatro — diz Falabella, que ainda está disposto a brigar para fazer com que o espaço que já abrigou peças como “A gaivota” e “Gota d’água” volte a ser um teatro. — É criminoso perder um espaço como este, não há dinheiro que justifique uma decisão dessas. Se pudesse desapropriar, desapropriava.

sexta-feira, julho 09, 2004

Orando com Crivella

Essa foi no JB de hoje, na coluna da Marcia Peltier. É incrível como o Bispo Crivella é parecido com o tio, não respeita uma só lei...

"Reza solitária

A TV Record continua colocando no ar as orações do senador Marcelo Crivela, candidato à Prefeitura do Rio. A veiculação desrespeita a lei 9.504 de 1997, que, em seu artigo 45 proíbe que emissoras de rádio e TV concedam privilégios a candidatos ou partidos. Neste caso, os demais candidatos teriam que ter espaço para também veicular suas orações."

Pobre, pobrinho...

O Globo de hoje comenta sobre a declaração de renda dos candidatos ao Imposto de Renda... Tô com pena do Bispo Crivella, ele tem de patrimônio R$ 21.846... ou seja, tudo que ele conseguiu na vida até hoje dá isto, ele é o mais pobre dos candidatos...

Dos cinco principais candidatos, o título de primo pobre ficou com o senador Marcelo Crivella, que disse ter tido seu patrimônio reduzido de R$ 91 mil, em 2002, para apenas R$ 21.846.

cara de pau tem limite... ele é realmente mezzo Dóris e mezzo Maluf...

a questão não é só misturar política e religião, a cada dia que passa é uma questão de coerência em não votar em um safado!

Mais vídeos

Um amigo prometeu-me enviar mais um vídeo a respeito do Bispo Crivella e seu tio Bispo Macedo. São imagens chocantes, com indícios de enriquecimento ilícito e que estamos passando para formato de mpeg, para poder colocar na internet.

Acho que até domingo a noite já consegui botar online!

Lavando Cérebros

E realmente é isso que eles fazem... eu experimentei...

quinta-feira, julho 08, 2004

Misturando Política com Religião

Ele já praticamente assumiu que mistura política e religião no O Globo de hoje
Santinhos de pastor citam Deus mas não seu partido

Claudia Lamego

Mesmo dizendo que não pretende misturar religião com política, o candidato a prefeito pelo PL, senador Marcelo Crivella, usou ontem na camisa um adesivo com sua foto e a inscrição “Jesus vive”, sem menção à sua candidatura como prefeito. Em campanha na estação de trem de Bangu, os militantes do PL distribuíam adesivos aos eleitores, todos com dizeres religiosos como “Deus é fiel”, “Ore por mim” e “Jesus te ama”, sem fazer menção à candidatura do senador.

O material é considerado irregular, pelo artigo 6 da Instrução do Tribunal Superior Eleitoral com as normas sobre a propaganda eleitoral da campanha deste ano.

Candidata a vice manda recolher material

O artigo afirma que “a propaganda, qualquer que seja a sua forma ou modalidade, mencionará sempre a legenda partidária”. No primeiro parágrafo do mesmo artigo, é determinado que, em caso de coligação, o nome de todos os partidos devem estar presentes na propaganda para prefeito.

Ao perceber o interesse da imprensa na distribuição dos santinhos, a candidata a vice da chapa de Crivella, Karla Kozlowski (PSL), conversou com assessores por telefone e, em seguida, mandou recolher o material. O adesivo na camisa de Crivella foi retirado e em seu lugar foi colocado outro, com a inscrição “Crivella prefeito”. Ao ser perguntado sobre o recolhimento, o candidato disse que não tinha percebido a troca, mas que não vai deixar de agir como pastor na campanha.

— Ao dizer que não misturo religião com política, apenas afirmo que não podemos fazer um governo só de evangélicos. No contato com os eleitores, não posso ser falso. Este é o meu modo de ser. Sou pastor há 25 anos, tendo me convertido com 27, e as pessoas me conhecem das orações que faço pela TV — disse, antes de cumprimentar um eleitor com a frase “Deus te abençoe”.

COLABOROU Giampaolo Braga

Assassinos

Por este e outros absurdos que abandonei a IURD, imagine eles na Prefeitura...

Há duas semanas faleceu um contínuo do Riocentro. Seu nome: Geraldo Gonçalves.

Ele tinha um problema renal grave e interrompeu a hemodiálise por recomendação do pastor da Igreja Universal da Taquara, que afirmou que ele estaria "curado por Jesus".

É claro que ele não resistiu. O Código Penal classifica isso como curandeirismo.

Os funcionários foram em peso ao enterro do funcionário, onde a esposa dele estava indignada com o conselho criminoso do pastor.

quarta-feira, julho 07, 2004

A Dóris Quer Ser Prefeita

A última do Bispo Crivella foi desqualificar o Prefeito e candidato Cesar Maia por sua idade. Pelo jeito o Crivella anda uma mistura de Doris e Maluf... Imagina o que ele vai falar do Pastor Manoel Ferreira???

Crivella diz que Cesar está inibido por ataque de adversários

Cláudia Lamego - O Globo

RIO - O candidato do PL à Prefeitura do Rio senador Marcelo Crivella fez críticas nesta quarta-feira ao prefeito Cesar Maia, errando o número de vezes em que ele foi prefeito da cidade. Crivella afirmou que Cesar não está fazendo campanha na rua por se sentir inibido devido ao ataque de adversários. Ele afirmou que o adversário "já está velho, já tem 70 anos, já governou três vezes". Cesar nasceu em 1945 e está em seu segundo mandato como prefeito.

- A gente vai envelhecendo e vai se constrangendo com mais facilidade - diz Crivella.

Plano de Governo Crivella

A situação é tão crítica que precisamos de um pouco de bom humor. Esta foi enviada por um leitor de nosso blog que não se identificou.

Queridos Irmãos e Irmãs,

Saudações.

É com muita satisfação e amor que lhes transmito algumas das propostas do nosso futuro prefeito. Ele, certamente, irá transformar o Rio de Janeiro, cidade atualmente possuída pelo demônio, no Éden abençoado.
Aleluia!


COMO SERÁ O RIO DE JANEIRO APÓS A VITÓRIA DO BISPO


1. TRANSFORMAÇÃO DO MUNICÍPIO

O Rio de Janeiro será purificado! Nós o converteremos em município religioso, governado pela mão divina. Expulsaremos da política os vendilhões do templo, irmãos!!!

2. TRABALHO E RENDA

Os filhos do mundo até hoje, irmãos, tentaram de tudo. Venderam a própria alma para conseguir gerar renda e novos postos de trabalho. Entretanto, como era obra do Demônio, nada conseguiram.

O nosso plano de geração de empregos e renda é baseado na experiência de grande sucesso ocorrida em nossos templos. Realizaremos milhares de cultos temáticos, onde o cidadão encontrará a prosperidade abençoada.

- Segunda: CORRENTE DO EMPREGO
- Terça: CORRENTE DO CONCURSO PÚBLICO
- Quarta: CORRENTE DO APOSENTADO
- Quinta: CORRENTE DO AUMENTO DE SALÁRIO
- Sexta: CORRENTE DA PROMOÇÃO NO EMPREGO

3. SAÚDE

A maior parte das doenças é obra do Demônio. Somente a cura espiritual é capaz de solucionar esse grande mal.

Por isso, cada posto de saúde terá, diariamente, sessões de descarrego e de cura de enfermos. Daremos atenção especial aos homossexuais, pessoas seriamente afetadas por Satanás.

4. HABITAÇÃO

Nossa política de habitação não é imediatista. Afinal, nada foi construído do dia para noite, mas sim em 7 dias.

O Município financiará a morada eterna no paraíso. Isso será possível, pois criaremos o FÉ (Fundo Evangélico).

O FÉ será um fundo de contribuição obrigatória. Todo o carioca contribuirá com 10% de seu salário (não computadas as doações feitas nos cultos), possibilitando, assim, o acesso de todos ao Paraíso!

5. SEGURANÇA

A violência é obra do Demônio. Para vencê-la, transformaremos a Guarda Municipal na GUARDA DO REINO DE DEUS.

A Guarda do Reino de Deus estará 24 horas nas ruas. Ela irá fazer pregações de forma ininterrupta com o auxílio de grandes carros de som, no asfalto e na favela. Imaginem quantas almas não serão convertidas!

Além disso, criaremos a Junta Universal de Apuração de Satanismo (JUDAS). Ela irá investigar todos os infiéis, podendo condená-los, inclusive, a arder na Fogueira Santa de Israel a ser erguida no Sambódromo, templo hoje do Demônio!


6. SALVAÇÃO DAS ALMAS

Promoveremos a campanha "O SEU SANTINHO VALE UM TROQUINHO". Cada pessoa que, espontaneamente, entregar a sua imagem receberá um "CHEQUE CRISTÃO" para gastar no que quiser.

Nossos pastores, chefiados por um Phd em destruição de imagens, irão, em praça pública, chutar e quebrar todos os santinhos entregues pela população. Será o fim do Demônio. Aleluia!!!

Aproveitaremos, também, para implodir a imagem do Cristo Redentor. Em seu lugar ergueremos o símbolo de nossa Igreja, obra esta financiada com a venda dos fragmentos da estátua, as pedras da derrota do Demônio.

7. MUDANÇAS ADMINISTRATIVAS

No primeiro dia de mandato, serão promovidas as seguintes mudanças administrativas:

- a ouvidoria da Prefeitura terá um novo nome: FALA QUE EU TE ESCUTO.
- O Tai Chi Chuan (coisa do Demônio), realizado nas praças públicas, será substituído por cultos da nossa Igreja.
- O Prédio da Prefeitura não será mais chamado de "PIRANHÃO". O batismo o ungirá e será denominado de "TEMPLO MAIOR".


Irmãos, não se enganem. Há muitas raposas em pele de ovelha. Nem sempre os que dizem "Senhor, Senhor" possuem Deus em seus corações. Cuidado com os falsos profetas.

Misturando Política com Religião

Em O Dia de hoje. Já podemos perceber que Crivella vai fazer pregação e não discurso.

E ainda podemos ver o tipo de companhia dele (Romulo Costa), vamos lembrar do clássico: "me diga com quem andas que te direi quem és".


Crivella enche clube na Rocinha

O senador Marcelo Crivella (PL) não separou o político do bispo. Na Central do Brasil, autografou bíblias, além de beijar bebês. Na Rocinha, no fim da tarde, fez oração pedindo paz para a cidade. Foi primeiro candidato que se reuniu com a população carente. Dezenas de fiéis da Igreja Universal chegaram ao Clube Emoções, próximo à entrada da favela, em ônibus fretados.

No palanque estavam vários candidatos a vereador, como Rômulo Costa, dono da Furacão 2000, condenado em 2001 pela 2ª Vara Criminal de Bangu a 10 anos de prisão por tráfico de drogas, corrupção de menores e apologia ao crime. As aparições de Crivella foram regadas a música gospel(...)

No O Globo também houve a mesma denúncia:

Crivella apela para a religião


O apelo ao discurso religioso esteve presente no primeiro dia de campanha do candidato a prefeito do PL, Marcelo Crivella, no corpo-a-corpo na Central do Brasil, no Centro do Rio. O senador conversou com evangélicos, distribuiu bênçãos e autografou Bíblias. “Vai com Jesus”, “Que Deus te abençoe” e “Que Jesus te ajude a conseguir um emprego” eram as palavras mais ditas pelo bispo da Igreja Universal a quem vinha cumprimentá-lo. Marlene de Jesus Oliveira, moradora de Duque de Caxias, pediu autógrafo a Crivella numa Bíblia.

— Na Igreja Universal que eu freqüento o pastor fala muito dele e pede para votarmos só nos evangélicos. Hoje, no culto, vou contar para ele que encontrei o Crivella — disse ela.

À tarde, Crivella esteve na Rocinha e discursou para um público em sua maioria composto por fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus. O ponto alto foi o que Crivella chamou de oração. Ele pediu a Deus “para que haja uma mudança".

— Fica ao nosso lado, Senhor, dai-nos saúde, dai-nos força. Inspira-nos. Nós temos um caminho — disse ele.

O comício foi animado pelo sambista Dicró, também autor do jingle da campanha, que diz: “O Brasil precisa orar para o Rio de Janeiro melhorar. Por isso não canso de dizer: Marcelo Crivella, foi Deus quem mandou você”. Dicró é candidato a vereador pelo Partido Liberal.